GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Tróia/Sagres, 16 Dezembro - informações.
- Gala Papa Trilhos 2017, 01 Dezembro - inscrições.


quinta-feira, 24 de junho de 2010

Passeio de S. João - 2010-06-20 - 38Km

Figueiró dos Vinhos situa-se na zona centro do país com cerca de 170Km2 de área. Caracteriza-se pelos belíssimos cursos de água da Ribeira do Alge e do Rio Zêzere. O concelho é detentor de um património natural, cultural e etnográfico de grande riqueza, que concilia com uma gastronomia tradicional de grande variedade. Figueiró dos Vinhos, designado por Malhoa (pintor) como «Sintra do Norte», elevado a «Estância de Turismo», na década de 30 do século XX e declarado «Vila Florida da Europa» em 1998. Como referências patrimoniais, destacam-se a Igreja Matriz, Convento de Nossa Senhora do Carmo cuja construção data de 1601, Torre Comarcã, Ruínas das Antigas Ferrarias de Foz de Alge.

Mas não foi só pelo turismo que alguns Papa Trilhos aventuraram-se até este lugar. Os trilhos foram a atracção principal com a promessa de belezas naturais de enriquecer a sabedoria da alma.

Os pedalantes madrugaram e aperaltaram-se bem cedo. Uns de fim de semana e outros somente no próprio dia, encontramos-nos todos junto ao mercado, local do secretariado e de partida para o passeio. O sol já estava a descobrir, avizinhando um calor que traria dificuldades acrescidas para além das já prometidas.

Sem grandes atrasos, o passeio teve inicio pouco depois das 09.30h. Os primeiros kms foram pelas ruas da vila onde rapidamente incursámos pelos desejados trilhos. Iniciou-se então o constante sobe sobe e desce que caracteriza aquela zona.

Passámos pela localidades de Aldeia Ana de Aviz, Ribeira do Alge, em direcção às fragas de S. Simão que eram um dos principais cartazes de atracção deste passeio. E não foi ao acaso, pois o contexto natural exigia uma paragem para admirar a paisagem.

Desde as fragas até à aldeia de xisto do Casal de S. Simão era sempre a subir (para não variar). Depois de atravessarmos a aldeia onde decorria o passeio pedestre dos acompanhantes, tínhamos o já desejado abastecimento. Este estava bem composto com vários liquidos (sumos, água e minis) e sandes de tipos vários à descrição, além de alguns bolos secos e barras.

O Casal de S. Simão, inserido no projecto das Aldeias de Xisto de Portugal, é caracterizado pelas casas tradicionais com a recuperação iniciada nos anos 90. Hoje é símbolo das nossas aldeias históricas de rara beleza.

Histórias à parte, ainda nos faltava metade do percurso. E esta metade era ainda mais exigente. Continuando a subir, para não variar, não nos sai da memória os Kms desde a base da ponte do IC8 até uma aldeia típica em recuperação (pesquisei para tentar saber o nome da aldeia, mas não tive sorte!)

O acumulado ia aumentado fazendo já algumas mossas físicas. Já com o desejo de chegar à meta, ainda passámos pelo Casal Velho (outra subida!), Aldeia da Cruz, Ervideira, terminando num single track para antes da meta.

Depois do tomarmos banho nos balneários da piscina municipal, fomos dar a volta ao porco no espeto que nos aguardava, acompanhado de um arroz de feijão. No final, houve ainda distribuição de prémios por sorteio e referência à ajuda que os nossos acompanhantes (Marlene, Helena, Gina e Mimosa) deram ao staff da organização com o controlo de algumas passagens de estradas e avisos em zonas perigosas.

Foi um passeio de paisagens muito bonitas, que certamente não esqueceremos. Não só pelas paisagens, como também pela exigência física, bastante acima da nossa Serra da Arrábida. O acumulado dos 38Km foram cerca de 1000m. A organização esteve de uma maneira geral bem, com um percurso bem marcado, staff em zonas chave, acompanhamento com motos4, abastecimento e almoço bom. Os amigos Rodas Voantes estão de parabéns.

Os Papa Trilhos pedalantes foram: Paulo Alex San, Rui San, CaJo San, Nelson San, To Ze San, Mário San, Fernando Lapa.




Referências:
- Município de Figueiró dos Vinhos
- Olhares - Fotografias Online (foto Casal de S. Simão de Francisco Mendes)

2 comentários:

  1. Olá!

    Uma zona bem bonita. Uma referência para passeios futuros.

    Boas pedaladas :)

    ResponderEliminar
  2. Mais um passeio espetacular em terras do Centro, lugar onde as planices são quase inesistentes e a força nas pernitas tem que ser mais concentrada, a todos os que participaram nesta ardua aventura Parabéns mais uma vez elevaram o nome Papa Trilhos, mas tenho algumas dúvidas nas classificações...

    ResponderEliminar