BY NIGHT 2017 - 29 DE JULHO.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

by night 2017

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

A Travessia - 2012-08-31, 01, 02 - 313Km

Reportagem por Paulo Alex San

Era o maior evento Papa Trilhos de 2012 - uma travessia de bicicleta, com um misto de estrada e maioritariamente estradões, desde Fernão Ferro até à vizinha Espanha, na cidade de Badajoz. Os 313Km percorridos pelos 30 pedalantes, entre Papa Trilhos e alguns Amigos, não foram fáceis. O acumulado de subidas ascendeu aos 3005m de acumulado. No final - objectivo cumprido!!!!

Esta travessia foi dividida em 3 etapas. O percurso original das ecovias definiam 7 etapas, mas como não podíamos tirar 1 semana de férias, optámos por uma aventura mais ambiciosa, conscientes da exigência que iria ser necessária. O percurso das ecovias foi devidamente adaptado para ser enquadrado com os locais que iríamos pernoitar e aligeirar alguns troços que não trariam mais valias para a beleza do percurso.

A 1ª etapa foi pontual. 6ª feira, último dia de Agosto, 07.00h, saímos em direcção à Qta do Conde para completar o grupo. Pairava alguma ansiedade e a animação estava presente para o inicio desta aventura. Para este 1º dia, desde Fernão Ferro até Coruche, fizemos 110Km. Pelo caminho encontrámos algum vento, estradões com muita areia, principalmente na zona a seguir ao Pinhal Novo e calor, que obrigou a abastecimentos líquidos sistemáticos.

Pela hora de almoço, parámos em Canha onde entre bifanas, hambúrguers e bebidas várias, tentámos restabelecer as forças, pois ainda só estávamos a aquecer! A maioria do pessoal levava alforges, mas também houve quem levasse mochilas. O denominador comum era evidente - o esforço para minimizar o peso da carga e todos tentaram optimizar o que iriam precisar para estes 3 dias de viagem.

Perto das 17.00h chegámos a Coruche. O noite iria ser passada na Herdade da Agolada, assim como o jantar. Ainda fomos ao supermercado para prepararmos um lanche, para enganar a fome até à hora de jantar. Até lá, também houve tempo para uns mergulhos na piscina. O jantar teve formatura obrigatória para revista às tropas.

Para quem conseguiu dormir, o dia seguinte dava inicio à 2ª etapa, desde Coruche até Estremoz. Seria a etapa mais longa com 126Km e um acumulado que ultrapassou os 1400m. O calor iria fazer algumas mossas e obrigar a um esforço físico e psicológico suplementar. Depois do pequeno almoço tomado, com algumas peripécias, pois os cães da herdade anteciparam-se a nós, começámos a pedalar, ainda faltavam 5 minutos para as 7 da manhã. Estava fresco, mas em algumas zonas, sentia-se já uma brisa mais abafada.

Com uma pequena paragem em Coruche para café, os primeiros Kms foram bastante rolantes, apenas com alguns trilhos com algumas pedras soltas que geravam algum desconforto.O almoço estava programado para uma aldeia perto de Avis - Alcorrego. Mas até lá, ainda tivemos que sofrer um bom bocado. A subida do Maranhão nunca mais acabava. Inicialmente por estradões, mas depois em estrada, cada curva fazia-nos pensar que acabava já ali, mas afinal era somente um desejo. Após muitos desabafos com linguagem a condizer, lá chegámos ao merecido almoço. A Taberna do Paulo tinha preparado umas entradas típicas e umas plumas de porco preto para petiscarmos.

Estávamos a pouco mais que metade da etapa e o pior ainda estaria para vir, não em termos de acumulado, mas em relação ao calor. E este fez das suas, aliado ao esforço físico e outras coisas que não consigo explicar, obrigou a uma pequena paragem para restabelecimento espiritual e físico. Seguiram os Kms mais penosos da etapa, onde qualquer ponto de água era local de paragem obrigatória.

Antes da chegada a Estremoz, ainda tivemos que transpor uma subida com "S" maiúsculo, já com o cheiro da conclusão desta etapa. Com as forças já comprometidas, chegámos finalmente a Estremoz, como se tratasse de uma vitória antecipada. Pouco passava das 19.00h, o que excedeu as previsões e permitiu a um alojamento mais descansado numa das camaratas do Quartel de Estremoz - Regimento de Cavalaria nº3.

Depois do banho tomado, seguiu-se um repasto no restaurante Solar do Leão com uma caminhada pela cidade de Estremoz. Enquanto alguns optaram pelo recolher, outros ainda foram esticar as pernas até à festa que coincidia com a nossa estadia. A noite até que foi calma, comparada com outras do género, interrompida apenas por alguns morteiros... uns artificiais e outros naturais... :)

Para o ultimo dia, esperava-nos 76Km e um acumulado menor de qualquer um dos dias anteriores - 600m. Antes das pedaladas, tomámos o pequeno almoço no refeitório do quartel e fomos ainda registar o momento daqueles que seriam os bravos heróis que iriam tomar Badajoz de assalto.

Após as primeiras centenas de metros percorridos, 1ª paragem para café, onde alguns locais ainda estavam de rescaldo da noite anterior. Seguimos viagem por alguns bons kms de alcatrão, que permitiu aquecer os músculos e adaptar o "rabiosque" à bicicleta. Paragem estratégica para foto junto à entrada de uma quinta adepta das bikes.

Sensivelmente a metade da etapa, mais uma paragem estratégica em Vila Fernando, onde tínhamos uma comitiva de recepção digna dos Papa Trilhos, liderada pela "Ti" Custódia, mãe da Helena, e com uma surpresa para o Papa Trilho Rui San - os pais do Rui estavam também na comitiva! Aproveitámos para descansar um pouco e repor líquidos.

Já não faltava muito, mas nos Kms seguintes fomos tomados por uma epidemia de furos incontrolável: Paulo Alex San (2), CaJo San (3), Lorival, Jorge Nunes San , Mário San, Lapa San... e não sei se mais alguém!

A entrada em Espanha foi já com a sensação de dever cumprido depois de mais de 300Km percorridos. Todos alinhadinhos, percorremos as estradas de Badajoz até à chegada a Puerta de Palmas, onde nos aguardava a nossa comitiva oficial composta pelos acompanhantes que foram no autocarro. Era hora de festejar e entre beijos e abraços de parabéns mais que merecidos, erguia-se um enorme orgulho de mais uma aventura bem sucedida.

Foi o evento Papa Trilhos com a maior distancia percorrida e com um grau de dificuldade a condizer. No que me diz respeito, não posso deixar de manifestar o enorme significado que esta travessia teve, após mais de 5 meses de paragem... foi um regresso sentido... e com agradecimentos para aqueles que me apoiaram e incentivaram a efectuar esta aventura. Parabéns a todos os pedalantes e aos acompanhantes que nos apoiaram incondicionalmente.

3 comentários:

  1. Mais um grande passeio
    Mais uma grande aventura,
    Muitos Km a pedalar
    Muita alegria à mistura!

    Muito bem organizado,
    Planeado com muito rigor,
    A única coisa insuportável,
    Foi aquele imenso calor!

    Água, água e mais água,
    Era tudo o que queríamos,
    Disseram que ia estar muito calor,
    Mas tanto assim? Não prevíamos!

    Cada fonte era um verdadeiro oásis,
    Onde aproveitávamos para nos refrescar,
    A sensação era tão maravilhosa,
    Que só me apetecia gritar!

    1º dia, 110 kms a pedalar,
    Com o sol sempre a incidir,
    O que encontrámos na herdade?
    Uma piscina para relaxar e curtir!

    Se um dia voltarmos à herdade,
    Levaremos na bagagem um grande osso,
    Para os cães ficarem entretidos,
    E não nos comerem de novo o peq. Almoço!

    Um passeio bem divertido,
    Com direito a formatura,
    Com comandantes barrigudos,
    E soldados à altura!

    Pernoitar num quartel,
    Não foi grande sacrifício,
    O pior foi sermos acordados,
    Ao som do fogo de artifício!

    À Bela pareceu-lhe Bagdad,
    Com bombas a rebentar,
    Mas depressa percebemos:
    Não havia razão para alarmar!

    Um grupo bastante coeso,
    Com a amizade sempre a primar,
    Corro aqui o risco de me repetir,
    Mas não o consigo evitar!

    É o grupo Papa Trilhos,
    Que mais poderei eu dizer?
    É a minha segunda família,
    Só tenho a agradecer!

    Agradecer a companhia,
    Agradecer a pura amizade,
    Convosco, qualquer percurso árduo,
    Se torna agradável! Isto é a verdade!

    ResponderEliminar
  2. Já fizemos nestes anos algumas aventuras de longas caminhadas, com frio, chuva e calor, mas esta ultima a mim pessoalmente ainda hoje tenho a marca,mas na vossa companhia fazia outra vez.
    O grupo é unido na hora das dificuldades,embora uma situação ou outra a amizade prevalece sempre, mais uma vez a organização foi excelente pois estão todos de parabéns.
    Esperamos pelo próximo, para nos preparamos melhor fisicamente

    ResponderEliminar
  3. Parabens a todos nós pelo espirito de camaradagem, sacrificio e entreajuda que existiu entre todos os PT, não é fácil num grupo tão grande e diverso em que o grau de dificudade do precurso acrescido das condiões climatéricas exigiu muito de todos. Esta já está venha a próxima!!!!!!

    ResponderEliminar