GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.
- Ecopista do Dão, 16 e 17 Setembro - informações. CANCELADO


quinta-feira, 22 de maio de 2008

Carta de Escárnio e Maldizer by CaJo San

PASSEIO ALVALADE - PORTO CÔVO

Gostei do passeio de uma maneira geral. Sim, porque para mim foi um passeio, duro, mas passeio. Nem teria lógica eu lá estar a participar se tal não fosse. Eu estava ali para me divertir. Nem sabia o horário das camionetas.


Gostei das pessoas que me acompanharam, sem distinção. E éramos cerca de 20.

Gostei da comida e da bebida. Do almoço convívio claro, aquela feijoada de chocos estava óptima, mas também dos vários abastecimentos. Os queques, os bolinhos de coco, as sandes de carne assada, os sumos de tudo, as maçãs e as bananas, as águas. Não poderia me esquecer daqueles salgados da Marlene (os rissóis, os pastelinhos de bacalhau abatatados, que são como eu gosto e os croquetes) e em hora de estômago vazio, souberam a nozes. Parecia que estava a comer o melhor manjar.

Gostei da forma como as coisas foram organizadas pelos Papa Trilhos, desde a hora combinada, o arrumar das biclas, a distribuição pelos carros, a disponibilidade do NI pela carrinha para tornar possível que outros levassem a respectiva, que de outra forma não iriam ao passeio. A preocupação de todos por todos. A camaradagem notória que cada vez mais se evidencia. É espectacular.

Gostei de tirar as fotografias que tirei, nem os porquinhos escaparam.

Gostei, que o Luis Ferreira ajudasse o Rui. Ele estava mas era já cansado e aproveitou. Vou dar uma de bom samaritano. Ehehehehe.

Gostei do apoio incondicional, logicamente da rapariga Helena e da rapariga Mariana, mas também das restantes moçoilas, Marlene, Fernanda, Isabel, Dina, Sofia. Até já diziam que eu tinha “uma claque de apoio”. Aquele pequeno placar fez maravilhas a muita gente.

Não gostei que o Rui estivesse a fazer “pêto”, como fazem as galinhas e depois “pfffff”, foi‐se. Deixa lá fica para a próxima. Não tinhas o primo por perto para te dar o pacotinho de açúcar. Em vez de ires lá para a frente, devias ter ficado perto aqui do rapaz. Agruras da vida.

Não gostei que muitas pessoas que fazem parte também dos Papa Trilhos, não pudessem estar presentes, pelas mais variadíssimas razões:

‐ Que a mulher, (cônjuge quero dizer) não mostrasse interesse em ir;

‐ O meu amigo Zé, por estar debilitado fisicamente, mas que tenho a certeza que proximamente estará novamente connosco, e mais, se não esteve fisicamente, esteve em espírito, porque inclusive foi lembrado. Podias estar nas entrevistas ou no apoio ao people. Também era divertido.

‐ Pelo trabalho e outras razões que agora não me lembro.

Gostei das descidas mas não das subidas.

Gostei, de em momento de angústia (bolas, isto é dramático) me desse vontade de fumar um cigarrinho, lá bem escondidinho atrás do sobreiro, para ninguém me ver, mas que me ajudou psicologicamente a superar o cansaço físico. Não que me orgulhe disso, mas…. Gostei de mim,
antes de tudo. E mais, consegui chegar aio fim. Acho que me superei a mim próprio. É aquela ajuda que às vezes ninguém sabe de onde ela vem, mas que está lá. É bom acreditar nisso.

Não gostei das cãibras, que a certa altura quase me fizeram desistir.

Gostei de ter passado com as rodas da bicla pela água salgada, quase no fim do passeio, em Porto Côvo. Havia um cheirinho no ar a maresia.

Gostei das paisagens, dos verdes (não tem nada a ver com o Sporting), dos estradões, do single track, da areia.

Gostei ou mais ainda adorei, aquele banho quentinho no fim. Sim porque eu fui para o outro balneário mais ao fundo e a água era quentinha, quentinha, ao contrário de outros que tomaram banho de água fria.

Não gostei que alguém tivesse ficado com os 3 Kg de arroz do Mário. É que a mulher dele estava à espera para o cozinhar. Eu acho que foi o Carlos. Ehehehehe.

Gostei da grande organização, e eu já fui a alguns passeios. Desde a hora da partida ( a horas) com o repasto do pequeno‐almoço que eu nem o cheirei. Culpa minha. As pessoas que estavam ao longo de todo o percurso que nunca se cansaram de ajudar, de prestar informações, de quanto faltava para o fim, de dar indicações do caminho a seguir, da colocação nas estradas onde tínhamos de atravessar para que não acontecesse um acidente. A colaboração da GNR também não foi menos importante. Vi uma ambulância, isso queria dizer que tínhamos apoio a todos os níveis.

Não gostei de algum fumo que lançava uma moto4 que por lá andava no apoio e a poeira que fazia aquela pick‐up que trazia o pessoal que já não podia mais.

Gostei de ver todo o percurso bem marcado, desde as marcas penduradas nas árvores, às setas amarelas e os indicadores de descidas perigosas. Tudo estava como deve ser. O pormenor de ter no fim aquela tenda de massagens.

Para os sportinguistas o dia foi em cheio, já que o clube ganhou a taça e ainda por cima ao porto. 2‐0 sem espinhas.

Só tenho a acrescentar que é para continuar e desculpem qualquer coisita. Não é para ofender. São meros desabafos.

Para o próximo ano espero fazer o 11º, já que o 10º já era.


Um abraço
CaJo San
20MAI08

9 comentários:

  1. Mai nada, é assim mesmo e quem desabafa assim tem toda a razão e estou contigo no 11º Raid, já o 10º já é história.

    ResponderEliminar
  2. Gostei dos pensamentos (desabafos) do Cajo San só achei mal a escapadinha para fumar não havia necessidade mas pelos vistos ajudou para ultrapassar o cansaço e acabar esta magnifica maratona, e tal como diz a 10ª já era venha a 11ª.Um BIKE abraço para todos.

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia a tua veia poetica, desabafaste muito bem, soltaste tudo o que te vai na alma.E a 10ª já é historia vamos lá á proxima. Rui, na proxima leva o pacotinho de acucar.
    Um abraço a todos

    ResponderEliminar
  4. Eheheh, obrigado Luis, sei que sim, mas podem estar certos que para o ano não vai ser necessário o pacote de açucar para mim nem me vão encontrar no estado em que me encontraram.
    Disso podem estar seguros e, agora venha o passeio até Alcácer.
    Abraço a todos
    Rui

    ResponderEliminar
  5. Muito bem Cajo pela tua carta,foi um dia magnifico,descreveste muito bem,para mim e não só, foi festa manhã até noite eheheh

    BIKE ABRAÇO
    a todos
    NI SAN

    ResponderEliminar
  6. Cajo, estiveste bem, devias era dizer mais mal do Rui. lol
    Sem duvida foi um grande dia.

    ResponderEliminar
  7. Cajo gostei bastante da tua carta, fizeste um relato claro do que se passou.
    Um obrigado especial ao NI pois sem ele tornava-se complicado o tranporte das Bikes para o passeio.
    Quanto ao arroz do Mario, não fui eu que fiquei com ele.
    Mais um agradecimento á Marlene e á Helena pelos pastelinhos estavam uma maravilha.
    Este grupo está cada vez mais fantastico.
    Um Abraço
    Carlos Prazeres

    ResponderEliminar
  8. Olá,
    Partilho do desabafo do CaJo. Estava tudo bom - a comida e a bebida, a companhia e os pastelinhos, as paisagens e os rissóis, os croquetes e até tivemos jornalistas dedicadas!
    Foi um dia em beleza. O objectivo foi cumprido e mais uma prova superada.
    Tenho pena que o Mário ainda não tenha provado o arroz, mas garanto que no meu carro ele não ficou. Mas que não seja por isso, pois não me importo de partilhar!
    Saudações.

    ResponderEliminar
  9. Cajó a tua carta tá 5* ao fim de 18 anos continuas a surpreender-me (sem malicía )e pela positiva ! e tal como diz o Luis não conhecia esta tua veia poetica .És um xpectaculo !além da carta do Cajó, 5* tambem para o xcelente dia que passamos .Á que tirar o chapéu ao Gonçalo e a Mariana portaram-se lindamente .Cajó e na proxima vez com a presença femenina prometo que passo na pastelaria Cego !

    bikejokas
    Isabel

    ResponderEliminar