. BY NIGHT 2019 - 27 JULHO - inscrições brevemente. PEREGRINAÇÃO A FÁTIMA - 21 e 22 de Setembro - Inscrições abertas. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Seguro FPCUB 2019 - informações.
- Sta Comba Dão/Chaves 2019 - informações - versão 2019-06-11
- Peregrinação a Fátima 2019 - informações - versão 2019-06-01



quinta-feira, 23 de maio de 2019

Alvalade/Porto Covo - 2019-05-19 - 70Km/700+

Reportagem por António Sá

9:00 horas em Alvalade do Sado, 2800 participantes na 21ª edição da clássica prova de BTT que une esta localidade a Porto Covo, presentes 4 Papa Trilhos preparados para esta travessia. Bom tempo sem muito calor e ainda se combinavam por telefone as ultimas tácticas para uma boa pedalada.


Inicio suave por asfalto e pouco kms depois estávamos a rolar nos estradões até ao primeiro abastecimento, sem grandes sobressaltos mas já com uma pequena amostra do que nos esperava em quase todo o percurso, muita areia solta e muita poeira. Bananas ingeridas e lá seguimos na direção da barragem de Campilhas com as zonas de areia a aumentarem o que obrigava a atenção redobrada.

Chegados à barragem para o abastecimento principal, estava à nossa espera a sandocha de carne assada, sem antes, levarmos uma mangueirada dada por uma bela assistente “despida” de preconceitos.


Com o caudal da barragem bastante baixo seguimos pela sua margem com os trilhos a ajudarem na observação da bela planície alentejana.


Sol de pouca dura, voltámos ao terreno irregular e com secções de muita areia com constantes quebras de ritmo o que obrigava a esforços redobrados. Chegados ao Cercal e já nutridos começamos a incursão na serra, sem a subida rainha do ano passado, mas com mais sobe e desce técnico e de curta duração, passando pela “Amazónia”, seca, mas muito dura e irregular.

Já se via o mar e a aragem fresca também já se fazia sentir, mas até Porto Covo mais do mesmo, areia, pó, areia, pó até fartar, ultima subida já na Vila e cinco horas depois da partida entrávamos no corredor da meta com as claques a fazerem-se ouvir.


Banhinho de água fria tomado e o nosso relações públicas em grande a animar o balneário.

70 Km de distância e 700 de acumulado com a participação dos Papa Trilhos:

Luis Paínco, António Pacheco, Jorge Bulhão e António Sá.


Sem comentários:

Enviar um comentário