. . Papa Trilhos by night 2018 - abertura de inscrições a 06 de Julho para Papa Trilhos e a 10 de Julho para o público. Plano de Actividades para 2018. Ver calendário.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

by night 2018

clique na imagem para mais informações e inscrições

Prazos de inscrições:
- 06 a 09 Julho: exclusivo para Papa Trilhos
- 10 a 24 Julho: sem restrições

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Seguro FPCUB 2018 - informações.



terça-feira, 28 de agosto de 2012

Passeio da Volta a Portugal - 63Km - 2012-08-27

Reportagem por Paulo Alex San

Estávamos em vésperas de 2ª feira e com um belo dia para irmos participar na maior festa do ciclismo nacional, a chegada da Volta a Portugal, em Lisboa. Mas o programa não se limitava à chegada dos ciclistas, também havia outras animações e pontos de interesse. Fazia parte do programa um Passeio de cicloturismo - Passeio da Volta, no qual haviam-se inscrito 7 Papa Trilhos: Rikybike, Isabel, Paulo Alex, Marlene, Dora, Felix e Helena. Decidiu-se irmos até Lisboa de bike a partir de Fernão Ferro. Apanhamos o barco da Transtejo que não colocou qualquer dificuldade no limite de transporte das bicicletas no barco (recordo que na carreira do Seixal, o  limite é de 3).

Chegados a Lisboa, subimos até ao Marquês de Pombal para levantarmos os dorsais. A hora da partida já estava perto, mas antes fomos fazer uma visita ao stand da RTP onde o João Baião, a Valentina e a Carlina tiveram o privilégio de tirar uma foto com os Papa Trilhos.

Às 12.30 deu-se a partida do passeio com a distância anunciada de cerca de 30Km. A partida foi no Marquês de Pombal. Descemos a Av. da Liberdade, passámos a Rua do Ouro, Praça do Comércio, Cais do Sodré, Av. 24 de Julho... e fomos por aí a fora até ao Jamor. No Jamor, voltávamos para trás e fazíamos o percurso inverso. O ritmo era próprio de um passeio de Cicloturismo com o média de rondaria dos 20 e poucos km/h e alguns picos que iam aos 30. Pelas bandas de Algés, o ritmo passou a ser livre, e como havia prémios para os 1ºs que cortassem a meta, a loucura foi total. Num piscar de olhos o pelotão estendeu-se... como o transito estava completamente cortado em todo o percurso, não havia pressas. Ainda tivemos tempo para umas fotos junto ao Cais das Colunas.

Depois foi subir até ao Marquês de Pombal, onde estava situada a meta, comum aquela que seria também a chegada dos ciclistas da Volta a Portugal. Os Papa Trilhos, numa clara demonstração do espírito de equipa, cortaram a meta juntos e alinhados, com direito a anuncio do comentador do Passeio que estava junto à linha de chegada.

Seguiu-se um abastecimento para repor as calorias e umas voltinhas pela Festa... Conforme se aproximava a hora da chegada dos ciclistas, o publico ia aumentado, distribuindo-se ao longo das grades de delimitavam todo o percurso que iria compor o circuito fechado dos últimos kms da Volta a Portugal. A chegada a Lisboa iria terminar com 5 voltas ao circuito fechado entre os Restauradores e o Saldanha.

E que bonito foi a cada passagem dos ciclistas. A "velocidez" era vertiginosa e o apoio do publico incontestável, independentemente do ciclista. Já pssava um pouco das 17.00h quando os ciclistas efectuaram a última passagem à nossa frente que estávamos junto a 50m da meta. O sprint final deu a vitória a Van Rensburg, mas a camisola amarela com a vitoria da Volta foi para o Espanhol David Blanco, seguido do Portugês Hugo Sabido.

Com a Volta terminada, iniciámos o regresso com passagem pelo Rossio para um prova de Ginginha. As forças estavam restabelecidas para apanharmos o barco de regresso e os últimos kms até Fernão Ferro. No total pedalámos 63Km num dia diferente que permitiu admirar todo o ambiente que envolve a Volta e valorizar a logística necessária a uma prova desportiva desta natureza. Confirmou-se: foi efectivamente uma grande festa!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário