GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Tróia/Sagres, 16 Dezembro - informações.
- Gala Papa Trilhos 2017, 01 Dezembro - inscrições.


segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Alpen Tour 2010 - 22 Julho a 01 Agosto - Dia 7 - 41Km

Reportagem de Jorge Nunes

Dia 7 Arosa - Chur 41 Kms Acumulado 947 mts

Chovia muito nessa manhã e a vontade de chegar ao fim não era nenhuma. O perfil que nos esperava só tinha no inicio uma subida com cerca de 18 kms. Todo resto do percurso era a descer, ao contrário de toda a semana, ficámos com o corpinho na palha até às 09:00h (seria do cansaço ou da vontade em não terminar o que estava a ser tão bom). A muito custo lá fomos para o pequeno almoço e depois das bikes prontas pernas ao caminho...

A chuva lá abrandou um pouco, mas as nuvens, cada vez que íamos subindo, o nevoeiro era maior.

Alguém comentou - " parece tempo de neve....."; continuando subida acima junto das pista da estância de Arosa. Podem ver aqui os canhões de neve a amarelo.

Ao chegar quase ao topo desse dia, cada vez mais percebia-se o que nos reservava os kms seguintes.  Aos primeiros sinas da neve já se viam...

... e mais uma vez lá começou a tarefa de levar as bikes as costas.


Já começa a cair neve em cima do pêlo e o frio era cada vez maior. Mais à frente era inevitável ter de atravessar a neve.


Finalmente chegados ao topo.

Iria começar a grande tareia da descida - 27 kms sempre a descer, dos 2546mts para os 585mts (descer 2000mts em 27 kms). Foi aqui que tive o meu segundo contacto com o solo dos Alpes (para sorte minha desta vez foi na erva). Tralho à parte, cada vez mais o nosso destino final estava à vista. Ainda passámos por uns prados verdejantes.

Por volta das 14:00h tínhamos chegado à cidade de destino.

Agora só faltava chegar ao parque onde tinha ficado a carrinha e reboque a semana toda. Estava tudo muito apreensivo. Felizmente, como estávamos num País de seu nome SUIÇA, nada se tinha passado e lá estava a nossa viatura como se estivesse ali à 5 min.

Depois de carregarmos a carrinha, iniciámos o nosso regresso.

PS: ALPES SUIÇOS - UMA MARAVILHA QUE SÓ SE PERCEBE AO VIVO.

4 comentários:

  1. Indiscritível esta aventura.
    Aventura esta nem sequer chega perto ao acumulado de maravilhosa e empolgante que foi, pois todos estes relatos nos deliciaram pelos maravilhosos caminhos percorridos por este grupo e pelo Jorge que nos prendia a leitura e nos dava vontade de lá estar.
    Obrigado Jorge por partilhares connosco todos estes dias relatados da Vossa aventura.
    Parabéns pelas excelentes reportagens
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  2. olá Jorge após a leitura da tua reportagem fiquei roidinho por não ter aceite o teu convite mas se calhar ainda andava por lá tal não é a dureza do percurso mas olha que para uma proxima já digo SIM pois fiquei fascinado não só pelo que escreveste mas tambem pelas fotos os meus PARABENS
    UM FORTE ABRAÇO
    Mimosa San

    ResponderEliminar
  3. Finalmente chegou o momento de expressar a minha opinião sobre esta odisseia dos Focas do Mato.
    Simplesmente fantástica, aliás só podia, 7 atletas, 7 dias, estavam reunidas todas as condições para uma inesquecível aventura nos Alpes.
    Sem dúvida existem coisas difíceis de transmitir somente vividas, e acho que todas as que descreves são únicas.
    Para além de serem uns excelentes atletas e em excelente forma física, também são uns verdadeiros mestres na arte de improvisar, aquela operação "Lata" ficou perfeita.
    Somente me resta agradecer ao Jorge por nos ter descrito esta vossa maravilhosa aventura,as fotos sempre actualizadas no facebook, o que nos permitiu seguir diariamente a vossa odisseia.
    A todos os Focas do Mato os meus parabéns, ao Jorge que é meio Foca do Mato meio Papa Trilho um enorme orgulho, pois até eu que sou Papa Trilho por completo não sei se estivesse regelada se abriria o meu corta-vento,por tudo isso meu Amigo Obrigada.

    ResponderEliminar
  4. Obrigado a todos pelos vossos comentários e estou satisfeito que tenham gostado das minhas reportagens,, eu sendo o 1º Papa Trilho a abrir as portas dos Alpes, espero muito em breve ter o prazer de ver aqui mais umas reportagens de um grupo de Papa Trilhos a exprimentar a mesma aventura ACREDITEM!!! vale mesmo a pena....os custos não são assim tão elevados..... como já o disse e não me canso.

    "ALPES SUIÇOS UMA MARAVILHA QUE SÓ SE PERCEBE AO VIVO"

    ResponderEliminar