SANTIAGO DE COMPOSTELA 2017 - ESGOTADO.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Santiago de Compostela 2017 - 15 a 18 de Junho.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Voltinha da chuva...sem chuva! - 2017-02-12 - 45Km/595m D+

Reportagem por Vitor Rebelo

Amigos Papa Trilhos, antes de começar a reportagem da voltinha domingueira de hoje, permitam um preâmbulo; Sem querer interferir com o bom trabalho de quem "gere" este grupo, permitam-me a ousadia de os ajudar referindo-me à nossa grande Peregrinação agendada para Junho.
Amigos, faltam 17 domingos para iniciarmos a peregrinação e quase de certeza, nenhum de nós vai conseguir estar em todos, o total previsto de acumulado para a viagem é de 3200m, sendo que nos está reservado para o último dia 1970m.
Portanto amigos Papa Trilhos companheiros da Peregrinação, vamos lá fazer um esforço para nos colocarmos em forma, vamos lá a pedalar, vamos lá começar a subir!!!

Mas vamos lá à voltinha de hoje e comecemos pela razão do preâmbulo; é que, das 08h45 até às 09h05 nas bombas da Galp da Quinta do Conde....não apareceu ninguém (???) A razão, entre muitas outras de cada um, foi o medo da chuva. Mas digo-vos já que o S. Pedro estava do nosso lado, se choviscava quando cheguei ao ponto de encontro, nunca mais choveu pelos locais por onde passei. Mas pronto, não apareceu ninguém, por isso, este vosso amigo, arrancou em direcção à Serra da Arrábida na companhia da sua Mérida e do gajo que anda no telemóvel, um tal de Strava.

Caminho da Makro, viragem à direita para a Vila Amélia, estrada da Coca-Coca, chegada a Cabanas e bora lá subir.
A escolha virou-se para a Rua Fonte dos Pintos e a subida levou-nos ao cruzamento do Fio Dental - Cai-de-Costas - Descida para o cruzamento das Oliveiras....o que escolher? Mas antes, quero comentar o facto de nunca ter experimentado o facto de me encontrar sózinho, naquele cruzamento BTTísta, num domingo.....

O Cai-de-costas estava fora de questão, pois o destino era descer para Vale de Barris, o Fio dental pareceu perigoso com o piso lamacento, restou a descida que nos leva perto do cruzamanto das oliveiras.....má escolha...como se qualquer das outras fosse boa.....a determinada altura tive que apear e descer com a bicicleta à mão, pois em cima dela corria o risco de lá ir parar a baixo em excesso de velocidade...hi...hi...
Subir acho que se conseguia, mas descer.....
Mudei a cor dos pneus.....

E a voltinha continuou, como disse anteriormente com destino a Vale Barris, com viragem à direita antes da subida para Palmela e descemos a Lagartixa. Depressa se chegou à Baixa de Palmela e aí estava ela a nossa conhecidíssima Cobra.

Esse caminho já todos o conhecem, serpentear por alí acima e chegados ao cimo da dita, porque não subir mais um pouco e entrar no Castelo de Palmela? Pensado...logo....feito! Local onde tirei a foto de Grupo.

O regresso fez-se pelo jardim traseiro do Castelo, centro de Palmela, Vale de Barris, sobe e desce até às Necessidades, descida para Azeitão com paragem (breve) na N10 Bike Shop, só para ver as instalações, seguir em direcção ao carrocel da ponte pedonal sobre a N379, passagem pela Rua Casal Bolinhos, depois pela azinhaga onde, ainda está, a nossa construção para o ByNight, chegada junto do Campo da bola da Quinta do Conde e subida para casa.

O tal de Strava diz que eu e a minha Mérida andamos 44,6km com 595m de elevação.

Os participantes, fui EUzinho e para terminar esta reportagem;
Roam-se de inveja, pois não choveu!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário