BY NIGHT 2017 - 29 DE JULHO. Abertura de inscrições: 07 Julho - excusiva para Papa Trilhos; 11 Julho - publico.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

by night 2017

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.
- by night 2017, 29 de Julho - informações e inscrições.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Branquinha - 2015-02-15 - 50km

Reportagem por Arcângelo

Eram 06H00 e já espreitava o céu, a ver o que o S. Pedro nos reservava.

Após uma longa paragem, o desejo de voltar a pedalar nas manhãs de domingo já era muito.

Pelas 08h45 cheguei à Galp da Quinta do Conde, onde já se encontravam três atletas vindos de Paio Pires, pouco depois chegou o resto do grupo: O Mimosa e mais três vindos de Fernão Ferro.


Cumprimentos feitos, cafés bebidos e após uns minutos de espera. É tempo de definir o itinerário. Ouvia dizer: vamos à "falésia", à "branquinha" à "morena". Pensei para comigo, hoje estou lixado, vou levar uma coça.

Partimos então pela estrada dos 4 castelos em direção a cabanas, e com um ritmo tranquilo, se chegou à base do cai de costas. Fez-se uma breve paragem, e seguiu-se pelo "fio dental". Descida tranquila, e já na estrada dos barris decidiu-se fazer a branquinha.

Pensei; nem de mota a consigo subir.

Mas alguém me aconselhou. Tu e eu vamos pelo alcatrão, e esperamos por eles nos gaiteiros (excelente ideia). O grupo desceu a lagartixa onde caiu uma chuvinha, coisa pouca, e subiram a "nomeada" onde alguns aproveitaram para fazer alongamentos aos gémeos.


Lá no alto e já todos reunidos, retemperaram-se as forças, e eu já sorria pensando (daqui é sempre a descer).
E assim foi, pelo estradão do tanque e depois à direita até às oliveiras. Ainda se ouviu " subir o cai de costas", mas eram bocas.

Imperou o bom censo, e o guia levou-nos pelo estradão até às necessidades, onde se parou para a foto de grupo. Como ainda era cedo, subimos ao alto do paraíso, depois califórnia até Azeitão.


Com os açúcares em baixo, eu e o Mimosa fomos às tortas para os repor.

Seguiu-se então para a Quinta do Conde onde se fez a separação.

Foi uma manhã bem passada, com temperatura agradável, sem incidentes mecânicos, e tendo sido feitos cerca de 50 km com 700 de acumulado.

Apenas faltou a representação feminina.


Estiveram presentes: António Borda D'Água, Mimosa, Pena, Kimbikes, Pedro Lourenço, Daniel Lourenço, Dias e um Amigo, e o Arcângelo que se estreia como repórter.

Sem comentários:

Enviar um comentário