GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Tróia/Sagres, 16 Dezembro - informações.
- Gala Papa Trilhos 2017, 01 Dezembro - inscrições.


segunda-feira, 30 de maio de 2011

Rota do Bacalhau - 2011-05-29 - 56Km

Reportagem por Paulo Alex San

Este fim de semana, 2 Papa Trilhos resolverem ir conhecer os trilhos lá para os lados de Aveiro. Tratava-se da 2ª edição da Rota do Bacalhau. Este evento contava com uma forte componente de solidariedade, pois a totalidade da receita revertia a favor da "Obra da Criança", que faz parte do Património dos Pobres da Freguesia de Ílhavo e Instituição Particular de Solidariedade Social que acolhe crianças dos 2 aos 18 anos que se encontram em situação de risco social.

A partida era junto ao Museu Marítimo de Ílhavo, onde também levantavam-se os dorsais e lembranças. Os nossos estavam levantados de véspera. Na linha de partida já estavam formados os candidatos aos prémios. Passámos o controlo 0 e esperámos pela hora de partida que estava agendada para as 09.30h.

Nem mais 1 segundo depois, foi dado o sinal de partida. O corredor de BTTistas depressa se dispersou ao longo das ruas de Ílhavo. Os primeiros Kms foram com um ritmo bastante elevado, ultrapassando os 25/30Km/h, por alcatrão. Somente ao Km 7 entrámos nos trilhos, junto a Moitinhos. Uns metros mais à frente tivemos a 1ª paragem. Uma fila de cerca de 5min para ultrapassar um pequeno banco de areia.

Continuámos a bom ritmo. A 1ª parte do percurso foi muito rolante, com médias de andamento a ultrapassar os 20Km/h. Não haviam grandes subidas e estávamos a pedalar, essencialmente por estradões, mato e alguns single tracks bastante agradáveis. Ao longo do percurso tínhamos vários postos de controlo, onde nem era necessário parar. No dorsal tínhamos um cartão RFID que permitia a leitura dos dados do atleta através de um leitor sem contacto. Nestes locais, estava sempre pessoal do staff a distribuir águas.

O 1º abastecimento aconteceu junto ao Km 20. Além dos habituais líquidos, tínhamos alguma fruta (banana) e barras. Havia também uma tenda para assistência às bikes onde aproveitei para colocar um pouco de óleo na corrente.

Aqui já se ouviam uns sussurros que as dificuldades estavam para começar. Faltava a restante metade, e continuámos com um percurso já com algumas subidas. As subidas não eram longas, mas tinham um maior declive e algumas com areia, o que incrementava a dificuldade. Viam-se muitos pedalantes que à mais pequena subida desmontavam e que "onde paravam, ficavam!", ou seja, não se preocupavam com quem vinha a atrás! Mas os Papa Trilhos, com uma óptima representação, defenderam a camisola que vestiam com grande eficácia e classe.

Com a acumulado a aumentar, fomos aproximando da meta, passando ainda pela Ria de Aveiro, antes de entrarmos em Ílhavo.

Os últimos Kms, foram sempre a rolar até à meta, onde ainda tivemos força para um sprint final. A meta era uma reta com cerca de 400m, propicia a levantar o cu do selim e colocar uma mudança mais pesada. Cortámos a meta após 4.16h e a minha pessoa foi logo servida com uma imperial. Isto é que foi eficiência no serviço! Para além desta bebida isotónica, também haviam outras bebidas e sólidos, e também massagens para todos (não experimentámos!). Aproveitámos para tirar a foto de grupo, com o nosso Amigo Mário (que foi quem nos convidou) e o Miguel.

Os banhos foram na escola, onde as "reclamações" eram exactamente as contrárias às de outros eventos - a água dos banhos era mesmo quente! Seguiu-se o almoço, muito bem servido com um serviço eficiente. Não tivemos na fila mais de 5 minutos. O prato era, obviamente, uma bela posta de bacalhau!

Em resumo, tratou-se de um evento bastante agradável, com um percurso inicial muito rolante. As marcações estavam boas, com placas nos locais de viragem e indicações da distância restante, além das marcações no chão. Apesar de no sábado ter chovido bem, os trilhos não estavam pesados, nem sequer com lama. Além de alguma areia, passámos somente por 2 locais com poucos metros de lama, que nem sequer deu para sujar os sapatos (não... não levei os brancos!). Pessoal da organização nos cruzamentos e bastante participativos a incentivar os atletas que passavam. Balneários bons e com água quente para os banhos. Almoço excelente. Companhia - 5*. Será um passeio a repetir, caso se realize a 3ª edição.

Em paralelo com o evento de BTT, realizou-se também uma caminhada com cerca de 10Km, onde os familiares e acompanhantes poderam conhecer um pouco da região e ocupar o tempo.

No total foram 56Km com 660m de acumulado. Todas as fotos neste link.

7 comentários:

  1. Pela reportagem parece ter sido uma maratona bem à maneira.
    Espero que o bacalhau estivesse saboroso.
    Para o ano pode ser que a representação dos Papa Trilhos seja maior.
    Beijos e Abraços

    ResponderEliminar
  2. Nesta maratona fiz a minha estreia em provas e sem ter feito qualquer tipo de preparação, durante grande parte do percurso fui acompanhado pelos Papa Trilhos aos quais agradeço a companhia a camaradagem...

    Cumprimentos, Tiago Abreu

    ResponderEliminar
  3. Olá, para terem uma ideia desta maratona posso compara-la com Alvalade-Porto Côvo, só teve uma diferença as ZA's, pois não tinham a boa da sandes de carne assada:)
    Tirando esta observação da parte da "barriguita" tudo o resto estava excelente.
    Para mim sem dúvida a repetir no próximo ano.
    Fica aqui um agradecimento ao nosso Amigo Mário Couto pelo convite desta iniciativa tal solidaria.

    ResponderEliminar
  4. Tiago, não tens nada que agradecer o pessoal Papa Trilhos é mesmo assim por natureza. Pela descrição penso que és o pedalante de camisola roxa, o importante é que te tenhas divertido.
    Até à próxima boas pedaladas ;)

    ResponderEliminar
  5. Não sou o pedalante da camisola roxa, sou o da camisola preta que estava com ele! Mas não tenho dúvidas que ele está de acordo com o que disse... Boas pedaladas, Tiago

    ResponderEliminar
  6. Olá Tiago agora sei quem tu és :) desejo-te boas pedalada, e o lema é não desistir, por isso até pró ano num desses trilhos.

    ResponderEliminar
  7. Paulo , Marlene , ainda bem que se divertiram , espero na proxima , se ela existir , poder participar .
    Paulo , na foto nº 5 está o meu amigo Paulo Ramirez , que pertence ao Galitos de Aveiro , espero que tenhas sido bem atendido por ele .

    Abraço
    Kimbikes

    ResponderEliminar