ECOPISTA do DÃO - EVENTO CANCELADO.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.
- Ecopista do Dão, 16 e 17 Setembro - informações. CANCELADO


sexta-feira, 4 de maio de 2012

Voltinha no Dia do Trabalhador (Desempregado) - 2012-05-01 - 63Km

Reportagem por To Ze San

Mais uma jornada de BTT dos Papa Trilhos marcada para este dia, 01-05-2012, em que se comemora o Dia do Trabalhador. A comemoração deste dia tem como embrião uma manifestação de trabalhadores que se realizou em 1886 nas ruas de Chicago nos Estados Unidos da América, que tinha como principal reivindicação, a redução da jornada de trabalho para 8 horas. Nesse mesmo dia teve inicio uma greve geral. Três anos mais tarde, a 20 de Junho de 1889, a segunda Internacional Socialista reunida em Paris decidiu por proposta de Raymond Lavigne convocar anualmente uma manifestação com o objectivo de lutar pelas 8 horas de trabalho diário. A data escolhida foi o 1º de Maio, como homenagem às lutas sindicais de Chicago.

Em Portugal, esta data só começa a ser comemorada livremente em Maio de 1974, o mesmo ano da revolução do 25 de Abril. Durante a ditadura, a comemoração deste dia era reprimida pela polícia. O Dia do Trabalhador é comemorado por todo o país, sobretudo com manifestações, comícios e festas de carácter reivindicativo, promovidas pelas diversas centrais sindicais (Informação retirada na Wikipédia).

Dito isto, partimos como habitualmente do Parque das Lagoas e o nosso destino era o Cristo Rei. O trajecto até Almada foi feito por alguns trilhos para fugir ao transito, mas também por estrada, visto não haver forma de fugir dela.

Chegados aqui, entrámos no caminho que nos ia levar ao Cristo Rei e começa também a pairar sobre nós umas nuvens muito negras, carregadinhas de chuva e preparadas para descambar em cima de nós. Aproveitámos para tirar a foto de grupo e seguimos caminho já abençoados pela chuva.

A chuva começa a cair, mas acho que foi mais para nos refrescar na inclinada subida até ao Cristo Rei para não passarmos muito calor, que com maior ou menor dificuldade todos a fizeram. Aqui ainda pensamos ir até ao antigo quartel da Trafaria, mas como se fazia tarde, optámos por ir directos à Costa da Caparica entrando depois no trilho do sobe e desce até à Fonte da Telha.

A partir daqui, começámos a fazer o regresso ao ponto de partida por trilhos, com um andamento bem interessante para esticar as pernas. Entrámos na Apostiça e assim seguimos até Fernão Ferro.

Foram 63 Km feitos em muito boa companhia e boa disposição como é apanágio dos Papa Trilhos.

1 comentário:

  1. Muitos parabéns amigo gostei muito da tua reportagem,o enquadramento historico ficou muito interessante,pois apesar de ausente no pedal,mantenho-me assidua no blog.

    ResponderEliminar