SANTIAGO DE COMPOSTELA 2017 - ESGOTADO.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Santiago de Compostela 2017 - 15 a 18 de Junho.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Raid Alvalade-Porto Côvo 2011 a 22 de Maio

VERSÃO DE ACTUALIZAÇÃO: V1.1, 2011-03-01
alterações na última versão:
- pormenores de inscrição no site do Alvadense
- disponibilização do link para inscrição no autocarro
--------------------------------------------------------------------------------------------
Como vem sido habitual nos últimos anos, foi decido incluir no nosso Plano de Actividades para 2011, mais uma participação dos Papa Trilhos no tradicional Raid Alvalade-Porto Côvo. A data será 22 de Maio.

Para este ano, o raid conta com a 13ª edição. As inscrições abrem no dia 01 de Março e são limitadas a 1200 participantes.

Estão disponíveis 2 percursos:
- Alvalade/Porto Côvo: 70Km, 800m acumulado
- Alvalade/Porto Côvo/Alvalade: 120Km, 1300m acumulado

O valor de inscrição é de 13€ (os sócios Bike Team têm desconto de 2€) e inclui:
- Pequeno-Almoço
- Apoio Logístico
- Apoio Mecânico
- Apoio Médico
- Abastecimentos líquidos /sólidos
- Seguro
- Serviço de Massagem
- Diversas Lembranças
- Lavagem de bicicleta
- Banho

Existe ainda a opção de refeição cujo o custo é de 7€, servida pela organização em Alvalade.

As inscrições poderão ser efectuadas através deste link, directamente no site da organização (a inscrição no evento é da responsabilidade de cada um). Atenção que quando for efectuada a inscrição no site do Alvadense, é fornecida uma referência multibanco para efectuar o pagamento que é válida por 3 dias.

Mais informações oficiais:
- site do Alvadense
- Forum BTT

À semelhança dos anos anteriores, os Papa Trilhos que se inscreverem, poderão também optar pelo transporte de autocarro (incluindo bike) a partir do Parque das Lagoas. Desta forma, fica garantida a logística para quem efectuar o percurso a terminar em Porto Côvo, cujo local de partida é diferente do local de chegada.

O valor previsto para inscrição no transporte de autocarro será o seguinte:
- pedalantes/acompanhantes: 12€
- crianças: 6€

Condições de inscrições para o autocarro:
- prioridade de inscrições para Papa Trilhos pedalantes com cotas regularizadas até Abril 2011
- limite de transporte de bikes: 24
- lotação do autocarro (pedalantes + acompanhantes): 50
- O pagamento deverá se efectuado até 30 de Abril através do NIB 0007.0000.00614890276.23 (BES) e enviada a informação por mail (papatrilhosbtt@papatrilhos.com) da transferência efectuada.
- HORÁRIO: Irão-se manter as mesmas horas do ano passado, ou seja, ponto de encontro às 05.30h no Parque das Lagoas para carregamento das bikes na carrinha e autocarro, e saída às 05.50h para Alvalade do Sado.
- no final do evento, será realizado um almoço em jeito de "pique-nique", conforme nos anos anteriores. O que cada um poderá levar, será combinado à posteriori.

LINKS:
- INSCRIÇÕES AUTOCARRO
- CONSULTA INSCRIÇÕES AUTOCARRO

Tracks:
- Alvalade/Porto Côvo 2010

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Posto de Vigia - 2011-02-27 - 45Km

A manhã de domingo amanheceu com uns belíssimos raios de sol, a dar continuação ao bom tempo que tem estado durante a semana. Embora com um pouco mais de vento e uma temperatura mais baixa em relação ao dia de ontem, avizinhava-se uma voltinha na continuação do que tem sido nas outras semanas.

O ponto de encontro, como a tradição manda, foi no Parque das Lagoas da Qta dos FF's. Poucos minutos passavam das 08.30h, quando avançámos em direcção à Qta do Conde para alargar o grupo, em quantidade e qualidade, claro!

Os primeiros Kms foram em direcção a Cabanas para entrarmos na Serra pela subida que vai dar ao Cai de Costas. Mas desta vez, virámos para o Fio Dental onde lá bem em baixo, o sol não conseguiu desensopar as terras. E resultado foi... lama! Houveram aqueles que tinham as sua bikes aprumadas para a voltinha, mas aqui, os pedaços de lama da Arrábida (não é uma de um sitio qualquer), finalizaram os retoques de maquilhagem dos quadros de várias cores.

Seguiu-se um pouco do estradão de Vale de Barrios para nos direccionarmos para os lados do Posto de Vigia. Pedalada após pedalada, lá fomos subindo até aos 400m de altitude. Ainda cá em baixo, o Mimosa San cumpriu a tradição do furo do passeio.

Com uma vista invejável, decidimos tirar aqui a foto de grupo, não de pedalantes, mas de uma "camabada" de vaidosos, devidamente alinhados, que até a vista taparam!

Depois, todos os santos ajudam... estamos a falar da descida! Fomos ter à Capela de S. Luis, para continuarmos a descer, com as acrobacias da Gina San, até ao abastecimento de água.

Com as horas já bastante adiantadas, iniciámos o regresso até ao Alto das Necessidades, pela estrada velha e depois "sempre a abrir" até à Qta do Conde. Tivemos ainda alguns desencontros, mas tudo se reorganizou após uns quantos telefonemas. Depois da Qta do Conde, subimos até ao ponto de partida da Qta dos FF's, com os vários pedalantes a desenfiarem-se de acordo com as suas habitações.

No fim de tudo isto, ainda tivemos tempo para concluir cerca de 45Km e elevámos o acumulado da semana passada em 13m (deve ter sido de passarmos as bikes por cima da vedação do inicio da subida do Posto de Vigia) - ou seja, 934m.

ahhhh... o nº de rodas: se não contarmos com os carretos, rodas pedaleiras e outras similares, as que tinham pneus (incluindo a que furou e outros ameaços), totalizavam 34.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Ponto de Encontro - Semana 09

Para esta semana, a proposta do Ponto de encontro é a seguinte:
- domingo, dia 27: Voltinha domingueira dos Papa Trilhos. Ponto de encontro às 08.30h no Parque das Lagoas ou às 08.50h na GALP da Qta do Conde.

Caso haja interesse em marcar mais alguma voltinha, deixem aqui a mensagem para conhecimento do restante pessoal.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Ai... a minha vida!!! - 2011-02-20 -58Km

O passeio domingueiro dos Papa Trilhos começou com o sol a espreitar. Depois de um dia de diluvio e com a voltinha da semana passada completamente inundada, este brilho no céu até enaltecia a arte de pedalar, o que nós já fazemos há já algum tempinho. Para isso, o Parque das Lagoas foi novamente o ponto de partida para mais uma aventura. Mas o titulo da reportagem surge algo estranho para o presságio desta voltinha. Aguardemos o desenrolar...

Depois de sairmos do Parque das Lagoas, o ponto de paragem seguinte foi a Quinta do Conde, para completar o grupo de pedalantes. E como sem o Felix não sabemos contar as rodas, contámos somente o nº de pedais. E esses, totalizavam 44... de todos os tipos, SPD, 4x4, normais, bla bla, bla...

Com vontade de desfrutar da última manhã antes do inicio de mais uma semana de trabalho, fomos em direcção à Aldeia de Irmãos. Conversa aqui, pedalada ali, lá fomos todos em alegre cavaqueira. Já na estrada nacional que vai para Azeitão, 2 das meninas que nos acompanhavam, incentivadas pelo pecado da Gula, despediram-se do grupo e foram até às tortinhas. Os restantes 20 continuaram, com a serra à vista e o 1º single track da manhã. Vamos chamá-lo o trilho das silvas, pois além deste tipo de vegetação, só havia 1 vala com água. Sorte do Mimosa, porque se não tivesse água, a queda teria sido mais dura. No que me diz respeito, depois de uma corajosa luta com as silvas, acho que não saí a ganhar, pois os arranhões na cara não torciam a meu favor.

Para a serra, lá íamos nós, a subir, está claro! Mais uns trilhos aqui, e outros acolá, a meio da descida que vai dar ao Parque de Campismo, virámos para um trilho onde nos 1ºs metros tivemos o furo da volta. Volta que é volta tem de ter sempre um furo!

Depois de todas as diligências e formalidades terminadas, lá começámos a descer (sim, raramente acontece, mas desta vez descemos um pouco... mas só um pouco!). Viemos dar à estrada dos Picheleiros. Poucos metros mais à frente, fomos visitar a subida da Morena - assim a chamaram, pois não conheci tal donzela, a não ser o sofrimento dos mais de 1Km a subir... e que subida!

É claro que depois de subirmos, também tivemos de descer. E com alguma perícia, trespassando muitos regos, lá chegámos ao inicio da subida (pois claro!) do Vale da Rasca. Esta foi em alcatrão, para recuperar da anterior, e poucos minutos depois, lá estávamos nós na Comenda.

A paragem foi curta, pois a subida até à Qta dos Moinhos de S. Filipe estava à nossa espera. Mais não sei quanto tempo a subir (já perdi a conta), lá chegámos ao cimo, com vista sobre o Atlântico e a cidade de Setúbal mesmo ali. Já só me vinha à cabeça um dos refrões dos Xutos - "Ai a minha vida!"... e ainda faltava a Cobra.

Depois de Setúbal e da Baixa de Palmela, lá veio a dita Cobra. A tabuleta não deixava dúvidas. Desde cá de baixo, até a cabecinha da bicha, os pedais tinham de fazer rolar as bikes durante 2,5Kms.

O miradouro de Palmela foi palco de um pequeno relax, antes de delinearmos o regresso já tardio até à Qta dos FF's.

Com o vento de frente, a não favorecer em nada a já falta de forças, deixámos Palmela de costas, para enfrentarmos os últimos Kms da voltinha. Palmela Village, estrada da Makro, Qta do Conde e finalmente a chegada a Fernão Ferro, sempre na companhia do vento contrário o movimento uniformemente acelerado das nossas bikes.

Nesta voltinha, de sol, lutas de silvas, banho em valas, furo, subidas, descidas, boa disposição, galhofas, piadas, e tantas outras coisas, ainda tivemos tempo para fazer 58Km. O acumulado de subidas, medido em metros, patrocinado pelo meu GPS, já com as pilhas mesmo no fim (do aparelho e do dono), foi de 911m. Para a semana há mais!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Ponto de Encontro - Semana 08

Para esta semana, temos um ponto de encontro com as mesmas propostas da semana anterior, ou seja:
- domingo, dia 20: Voltinha domingueira dos Papa Trilhos. Ponto de encontro às 08.30h no Parque das Lagoas ou às 08.50h na GALP da Qta do Conde.

Caso haja interesse em marcar mais alguma voltinha, deixem aqui a mensagem para conhecimento do restante pessoal.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Quem anda à chuva, molha-se! - 2011-02-13 - 41Km

O Instituto de Meteorologia havia avisado e emboras às vezes as previsões sejam bem diferentes do que realmente acontece, hoje iríamos testar esse mito.

Às 08.30h, o Parque das Lagoas da Quinta dos FF's jé estava repleto de candidatos a meteorologistas devidamente equipados. Uns mais percalços do que outros, armadilhados com equipamento impermeável.

A saída foi em direcção à Qta do Conde onda aguardava os restantes elementos duma equipa altamente qualificada. Ainda sem elementos práticos de pesquisa, a direcção seria a Arrábida, mas passando por algumas localidades antes dos prometidos trilhos. Parque Industrial Vila Amélia, Cabanas e uma belíssima subida para entrarmos na Serra. Antes ainda houve um furo para animar a malta, com o Mário San como protagonista.

No final da subida, o grupo dividiu-se, onde alguns seguiram pelo estradão em direcção ao Cai de Costas e outros foram fazer mais uns Kms até aos Moinhos de Palmela, voltando ao encontro dos restantes pelo trilho dos moinhos. O cuidado teria de ser redobrado, pois já chovia, embora em versão light, e as pedras estavam bastante escorregadias. A lama também era diversificada, para vários tipos de tratamentos e prescrições.

Depois do Cai de Costas, começámos a descer em direcção a Cabanas, onde já com a chuva mais intensa, abrigámos-nos para reagrupar e registar o momento fotograficamente para memória futura.

Nesta altura, já ninguém se importava com a água, pois tudo que havia para molhar já estava encharcado. O velho ditado aplicava-se bem - quem anda à chuva, molha-se! E não houve excepções. Os últimos kms foram mais intensos, com a chuva a aumentar e a perturbar bastante o andamento. Até parecia que nos estavam a mandar pedras à cara, com o mix de chuva + vento.

Finalmente chegámos à Qta dos FF's, depois de 41Km e 579m de acumulado de subidas e... bastante ensopados - não confirmámos o mito, pois desta vez o meteorologistas profissionais não se enganaram. Ponto positivo: hoje não foi preciso lavar as bikes da lama!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

2011-02-05 Cristo Rei 60km

Para este sábado marcou-se ponto de encontro às 9h15 no Parque das Lagoas para uma voltinha.
Manha caracterizada pelo nevoeiro que nos acompanhou na quase totalidade do passeio.
Onde vamos? depressa se respondeu, vamos ao Cristo Rei e, lá fomos nós.Fomos em direcção ao Casal do Marco em que nesta fase da volta mãos e pés gelaram, tendo como guias o Jorge Nunes e o Ni.Depois de passarmos o Casal do Marco prosseguimos em direcção à Torre da Marinha, Amora, Qtª da Princesa até à Rotunda de Corroios, seguindo pelo Miratejo até chegarmos à Cova da Piedade.Aqui chegados fizemos uma pequena pausa para alguns elementos tomarem um café, para de seguida prosseguirmos em direcção a Cacilhas, onde começavam a aparecer alguns raios de sol.
Continuámos pelo paredão junto ao Rio, em que não se conseguia ver a margem de Lisboa.
Até aqui tinha sempre muito soft sem dificuldades e, eis que aparece-nos a dificuldade maior do percurso, a subida até ao Cristo Rei.
Subida feita seguimos em direcção à Trafaria, para subirmos até às antenas para fazermos o trilho da Arriba até à Costa de Caparica.Ao chegarmos à Costa eram horas de regresso ao ponto de partida, pois o horário já era avançado e, lá fomos nós fazendo a estrada das praias em direcção ao quartel da Fonte da Telha, Verdizela, Apostiça e distribuição dos elementos do grupo pelas ruas de Fernão Ferro.
Volta agradável com 60km, sem grandes dificuldades e na minha opinião bem mais agradável sendo feita neste sentido e não no sentido habitual que temos feito.
Participantes: (5) Ni San, Mimosa San, Tó Zé San, Rui San e Jorge Nunes

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Ponto de Encontro - Semana 07

Depois de um fim de semana onde o sol brilhou, mas onde não nos livrámos da lama, o Ponto de Encontro propõe as seguintes voltinhas:
- domingo, dia 13: Voltinha domingueira Papa Trilhos. Ponto de encontro no Parque das Lagoas às 08.30h ou na GALP da Qta do Conde às 08.50h.

Caso haja interesse em marcar mais alguma voltinha, deixem aqui a mensagem para conhecimento do restante pessoal.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Aniversário de Fernando Lapa San - 2011-02-08

Para não perder o ritmo, aqui vai mais um aniversariante. O Lapa San está de parabéns.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Arrábida a Subir - 2011-02-06 - 48Km

A manhã fresquinha antevia um belíssimo dia de sol. Foi assim o amanhecer no Parque das Lagoas onde às 08.30h aglomeravam-se alguns Papa Trilhos e amigos. O 1º destino era a Qta do conde onde mais alguns se juntariam ao grupo.

O Rikybike San assumiu o controlo da voltinha e rumámos em direcção à Serra da Arrábida. Sem muitas paragens, subimos até ao Alto das Necessidades. Os primeiros metros de acumulados apenas indiciavam o que iria marcar esta bela manhã de BTT. Subidas em série!

Descemos até ao Vale de Barrios (sim, também descemos!), para depois algures, com muito sobe e desce, fazermos uma série de trilhos junto à subida para o posto de vigia.

Desta vez escapámos de ir lá cima, mas o regresso foi com uma espécie de mistura de lama, onde o Sérgio não resistiu.

O To Ze, depois de uma curta paragem, teve um problema mecânico que quase comprometeu a sua continuação a pedalar. Ao arrancar, o desviador e dropout, torceram-se de tal forma, que até a corrente saiu do desviador. Foi necessária uma intervenção de fundo para remediar a questão, mas não poderia meter mudanças. Continuámos, regressando ao Vale de Barrios, subindo a meio até ao Cai de Costas, onde tirámos a foto de grupo.

A partir daqui, a merecida descida floresceu, e lá fomos até Cabanas, Qta do Conde e a última subida até Fernão Ferro.

Foram 48km, com 798m de acumulado de subidas.

Aniversário de Ivo San - 2011-02-07

O mês de Fevereiro começa com mais um aniversariante. O Papa Trilho Ivo San está hoje de parabéns.