GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Tróia/Sagres, 16 Dezembro - informações.
- Gala Papa Trilhos 2017, 01 Dezembro - inscrições.


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

2010-09-12 Monsanto 24km

Ponto de encontro Parque das Lagoas, pelas 08H15, para uma deslocação até Lisboa, onde desta vez seria a volta de domingo, mais propriamente em Monsanto pelas 09H00.
À hora marcada começámos a andar por caminhos que habitualmente a maioria do pessoal não está habituado a percorrer, por trilhos e caminhos mais técnicos.
Monsanto para muita gente assusta, mas é enquanto não começam a pedalar e a verem a beleza que estes caminhos têm e, por estes caminhos andámos, sempre num sobe e desce depois de um aquecimento.
Saímos do parque de estacionamento dos Pupilos do Exército em direcção ao Pina Manique por estradão, seguindo depois por uma das várias ciclovias até ao moinho.

Aqui fizemos um reagrupamento pois tínhamos acabado de fazer uma subida e, digo eu que serviu de "aquecimento" que teve de se fazer.Prosseguimos por estradão até passarmos junto do Quartel de bombeiros e depois fizemos um pequeno single track que passa por entre o parque de merendas junto ao radiomodelismo.Passámos junto à A5 e continuámos passando por baixo do viaduto da mesma estrada para mais um single track, este um pouco mais técnico devido às inúmeras raízes salientes que encontramos ao longo do trilho, sempre marcado por entre árvores e uma vegetação mais elevada.No fim do trilho fizemos a ligação para uma outra pequena parte de trilho até junto da estrada que tínhamos de atravessar para o Bairro de Caselas.
Neste bairro percorremos algumas ruas até entrarmos noutra zona do Parque Florestal de Monsanto, com trilhos e estradões onde havia que fazer uma subida e uma descida mais "complicada", sempre por trilho e no fim deste registou-se a queda da Helena San, mas ainda estava em movimento de queda e já se ouvia "eu estou bem" e como uma mola se pôs de pé.Continuamos sempre por single track passando junto ao Forte do Alto do Duque e Hospital S. Francisco Xavier, até sairmos junto às instalações que antes funcionavam as piscinas do Aquaparque.
Aqui tínhamos mais uma zona de transição, passando por estrada até entrarmos novamente no núcleo central do Parque Florestal.À entrada deste núcleo reagrupamento e o calor começava a fazer-se sentir e, começou a haver necessidade de repor os bidons com o precioso líquido h2o.Em busca de água fomos, subimos até ao jardim junto do Chimarrão, passámos novamente a single track que passa por detrás da residência oficial do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa até entrarmos na Avª Keil Amaral. Esta estrada está encerrada ao transito para quem queira aqui fazer o seu exercício físico tendo ao seu dispor um circuito de manutenção ao longo da via.Reabastecimento efectuado prosseguimos a nossa volta descendo até ao local onde se realiza o festival Delta Tejo, seguindo junto ao muro da Agronomia até perto das piscinas do Alvito para subirmos novamente até à Avª Keil Amaral onde se registou o furo do Pedro Cunha.Começava a fazer-se horas do nosso regresso ao ponto de partida e assim fizemos agulha, não sem antes fazermos mais uns trilhos até junto do Tribunal e Prisão de Monsanto, para começarmos a descer por single track, até junto do Pina Manique.Aqui o amigo Pedro Cunha despediu-se do grupo que prosseguiu por estradão até ao parque de estacionamento do Pupilos do Exército.Foi uma volta com 24km e 570m de acumulado, mas o que importa salientar foi mesmo a bela manha que se passou, bastante animada e bem disposta onde tudo correu bem.Da minha parte espero que tenham gostado e que tenha conseguido mostrar-vos o porque de adorar andar em Monsanto, agradeço a quem compareceu nesta volta e desde já convido todos para nova volta brevemente neste Parque Florestal.Participantes: (13) Paulo Alex San, Marlene San, Cajo San, Helena San, Felix San, Nuno Lopes San, Carlos Prazeres San, Rikybike San, Rui San, Isabel, Toni, Pedro Cunha e Luís "Hasta"

6 comentários:

  1. Olá,
    Cumpre-me o privilégio de efectuar o 1º comentário desta reportagem. Foi uma manhã de BTT muito interessante. Efectuámos uma série de trilhos diferentes dos que estamos habituados a fazer na nossa Amiga Arrábida. Uns single tracks a condizer, mas sem uma exigência excessiva. Tive a oportunidade de repetir alguns trilhos que havia efectuado à 2 semanas, mas à noite, e a diferencia é abismal - tenho de fazer um upgrade às minhas luzes!
    Não posso concluir sem fazer referência ao empenho do Rui San na preparação de uma voltinha agradável com uma panorâmica geral de Monsanto. Quem foi não ficou arrependido e será certamente para repetir no futuro, pois ficaram muitos mais trilhos por visitar!

    ResponderEliminar
  2. ...
    ahhh...
    ficou por dizer que o andar de bike para trás requer muita técnica e que não está ao alcance de todos!
    ehehe

    Saudações.

    ResponderEliminar
  3. Monsanto é de facto espetacular,nunca tinha feito nada assim. Obrigado Rui por teres preparado esta bela voltinha, não vou esquecer aquela descida e seguida da subida que embalei mas que... puuucha...
    Temos que agendar outra volta,o plumão de Lisboa é verdadeiramente espetacular

    ResponderEliminar
  4. Não posso deixar de comentar está magnifica voltinha domingueira na serra Lisboeta.
    Não cheirou a sardinha a assada e também não se ouviu por lá cantar o Fado, mas valeu por tudo...pelos trilhos, pelas raizes, pelo cheiro da natureza pela adrenalina e por descobrir uma nova versão "matrix" de andar de bike, diz quem viu na 1ª pessoa que até deu "tonturas" tal não foi o efeito especial.
    Ao Sr. Rui San que se dedicou ao planeamento destes trilhos Obrigada rapaz fizes-te uma boa escolha, até à próxima.

    ResponderEliminar
  5. Boas!

    Eu que sou fã do Monsanto desde pequenino, não podia deixar de vos acompanhar nesta missão, patrocinada pelo Rui, que guiou sabiamente a malta e fez ouvidos de mercador quando alguns refilavam sobre as acessíveis subidas...
    Isto de ser guia não é fácil!
    Obrigao a todos pela companhia e ao Rui pelo "guianço"

    Hasta

    ResponderEliminar
  6. O Xor Rui está de parabéns. Voltinha agradável, com algumas subidas curtas e bem inclinadas, ufa!! Boa escolha.
    Percurso bem marcado, sem enganos, boas paisagens. Ficou a faltar o abastecimento de sólidos a meio do percurso. Talvez para uma próxima. Goostei memo. Irei treinar para lá.

    ResponderEliminar