. . GALA PAPA TRILHOS 2018 - 08 DEZ - INSCRIÇÕES ABERTAS. TRAVESSIA 2019 - STA COMBA DÃO/CHAVES.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Seguro FPCUB 2018 - informações.
- Sta Comba Dão/Chaves 2019 - informações
- Gala Papa Trilhos 2018 - informações.
- Equipamentos Papa Trilhos - consultar.



quinta-feira, 22 de abril de 2010

2010-04-18 - Maratona de Estremoz 55km

Mais um ano e mais uma presença nesta maratona que teve no passado dia 18 a sua 5ª edição.
Chegado o momento da partida não chovia e parecia que o tempo iria estar como no dia anterior, mas assim não aconteceu.
Partida dada às 09h00 em ponto, com um pequeno percurso pelas ruas da cidade, fazendo estender o grupo de pedalantes por uma longa fila de bike ocupando e dando um colorido diferente em Estremoz.Saímos da cidade e fomos em direcção ao km 0, logo a seguir à passagem por túnel debaixo da A6, aí ainda tínhamos o terreno em condições, mas com o continuar começámos a ter os primeiros troços mais pesados, mas ainda circulantes ao longo de um sobe e desce, com algumas descidas perigosas que começava a formar vários grupos e a estender ainda mais os participantes pelo percurso.Passados cerca de 20 a 30 min depois da partida a chuva fazia a sua aparição, e foi uma constante ao longo do percurso, com pausas em breves troços, mas que rapidamente ao pensarmos que não iria chover mais, engano pois sentíamos logo de seguida a sua presença algumas vezes com bastante intensidade condicionando ainda mais o percurso tornando-o ainda mais pesado do que já estava.Mesmo assim se prosseguiu em direcção a Évoramonte onde os locais estavam na rua a apoiar estes "doidos" à medida que passavam para subirem ao castelo.Chegados ao castelo depois de uma subida por entre calçada e pedra solta tínhamos um abastecimento e uma mangueira para podermos "limpar" a lama acumulada das nossas bikes.
Subida feita, agora era hora de descer com mais cuidado, terreno escorregadio, lama e no final desta descida tínhamos o 2º controlo.
Aqui já o pessoal dizia, já só faltam 20km fáceis, não sei o que vos dizer, mas fáceis não foram, pois ao entrar nestes últimos 20 km´s foi onde a chuva apareceu com mais intensidade e formou autênticos "rios" de pequenas ribeiras, que os primeiros a passar, passaram sem problemas, mas os restantes e no meu caso cheguei a atravessar em que a água dava pelos joelhos.
Por entre um serpentear entre o imenso arvoredo dos campos agrícolas e herdades na Serra d´Ossa lá fomos em direcção ao regresso a Estremoz, chegou-se à separação dos 2 percursos, ao km 40.Aqui também havia mais um posto de abastecimento, pequena paragem para recuperar fôlego e regressei ao percurso e um pouco mais à frente começa-se a ver a cidade, só dizia "é já ali", ainda faltavam cerca de 4 km com uma bela subida até às muralhas em calçada e no fim da subida estava o 3º posto de controlo.

Daqui até à meta ainda havia uns degraus para descer e passar o cruzamento que antecedia a recta final sem as preocupações de anos anteriores, com pessoal da organização a controlar a passagem.
Uma nota final, um comentário final à organização desta maratona, excelente mesmo, excelentes marcações, não havia a possibilidade de ninguém se enganar, percurso bem escolhido, pena foi o S. Pedro não ter colaborado.Maratona com 55km e um acumulado de 1563m
Um agradecimento especial à BTT-TV pela cedência das fotografias

2 comentários:

  1. Olá,
    Pelas fotos e a reportagem parece que foi ainda mais facil do que pedalar na Apostiça. Ou seja, não percebo o porquê de quase 6h para fazer uns simples 55Km. Mas pronto... enfim... o que dizer... Mas quem for ver o video da Maratona no BTT-TV vai perceber porquê! Os meus parabéns ao Rui San pela sua participação e o empeno. :)
    Saudações.

    ResponderEliminar
  2. Primeiro vi o video da Maratona no BTT-TV, e realmete fiquei de veras impresionada. Para mim esta teria de ser a Maratona da Tenda, ou seja, começava no Domingo e acabava-a a 2ª feira assim talvez a fizesse.
    Mas "palermices" à parte acho que se deve de dar o merito a quem o tem, porque isto de se andar com lama pelos.... joelhos não é fácil.
    Por isso rapazito Rui Parabéns por levares a Camisola dos Papa Trilhos para terras tão altas.

    ResponderEliminar