BY NIGHT 2017 - 29 DE JULHO.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

by night 2017

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Santiago de Compostela 2017 - 15 a 18 de Junho.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

2009-08-30 Arrábida 50 km

Depois de um fim de semana que mobilizou muitos elementos Papa Trilhos e familiares até terras da Vidigueira estava marcado para este domingo o regresso às voltinhas domingueiras.
Domingo marcado pelo calor e pelos 3 pontos de encontro agendados.
Os tradicionais, o do Parque das Lagoas, e junto às bombas da Galp na Qtª do Conde, o 3º ponto de encontro foi em Lisboa, em que Rui San e o João deslocaram-se até à Qtº do Conde de comboio.
Quando se pensava que seria uma volta com poucos participantes, eis que surge uma visão com enumeras bikes a chegarem à Qtª do Conde provenientes do Parque das Lagoas e, começámos a contar e eis que chegamos ao belo número de 23, compondo assim o pelotão para a nossa volta.Grupo formado e lá fomos nós em direcção a Cabanas, subindo depois até junto do Cai de Costas.
Aqui chegados descemos pelo fio dental até ao estradão do Vale de Barrios, seguindo até junto das oliveiras, aqui tivemos um abandono do grupo.Descemos até à antiga estrada das Necessidades e atravessámos a N10 até à Aldeia Grande com o sentido de ir até à Comenda.

Paragem "obrigatória" para reabastecimento sólido e especialmente líquido, pois o calor já apertava e mostrava sinais que iria ser ainda mais.Prosseguimos "viagem" por estradão, sempre com a Cecil em linha de vista, com um sobe e desce (mais sobe que desce), aliás foi nesta zona que se registaram as duas quedas, a do Tó Zé San e a do Rui San.Percurso em direcção à estrada de Picheleiros, que efectuámos um pouco e, claro está virámos à direita para subirmos para irmos em direcção ao Vale do Paraíso e, claro está para subirmos a bela subida do paraíso. Subida feita, um compasso de espera para reagrupar, poiso sobe, sobe, desce e sobe já deixava marcas em alguns elementos.
Reagrupados prosseguimos à procura desse bem essencial, a água e, foi junto a S. Simão que pudemos reabastecer e aproveitamos para tirar a tradicional foto de grupo.
Daqui para a frente seguimos com o objectivo, o "ponto de partida" da nossa volta.
Foi uma volta marcada pelo muito calor, pela boa disposição, pelas quedas e, pela estreia de alguns elementos.
Participantes: 24, com um abandono pelo percurso
Volta com 50 km

domingo, 30 de agosto de 2009

Papa Trilhos Lady's Night - votação restaurante

Depois da sugestão de alguns restaurantes, está aberta a votação dos mesmos. Cada menina que se inscreveu tem direito a 1 voto e somente quem se inscreveu poderá votar.

O prazo de votação é até 07 de Setembro.

Os restaurantes em votação são os seguintes:
- Taverna dos Piratas, Corroios (sugestão da Helena San)
- Pé Nu, Costa da Caparica (sugestão da Bela)
- Porto Galinhas, Azeitão (sugestão da Susana)
- La Bodega, Lisboa (sugestão da Teresa e da Paula)
- Restaurante Manuela Borges, Penalva (sugestão da Ana)

A votação poderá ser efectuada através do seguinte link - clicar aqui.

- resumo das votações - link.
- detalhe das votações - link.
- inscrições - link.
- lista de inscrições - link.

Detalhe das votações:


A reserva do restaurante será efectuada pela pessoa que o sugeriu.

Entretanto, as inscrições continuam abertas até 12 de Setembro.

Lista de inscrições:

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

2009-08-23 Trilhos de Baco 2009 - Vidigueira 40 km

Chegava o dia que já estava marcado no calendário de eventos a não faltar, “Trilhos de Baco”, na Vidigueira, este ano na sua 6ª edição.
Após a presença dos Papa Trilhos o ano passado e no próprio dia se comentou que era evento a ficar marcado no nosso calendário, eis que um ano depois cá estavam os Papa Trilhos para mais uma presença em grande número. O evento deste ano contou com 3 tipos de distâncias, onde houveram participações na distância dos 20 km como na distância de 40 km. Mas que por agora fica a “reportagem” da distância dos 40.

Pequeno-almoço tomado no quartel do bombeiros, frontais levantados no dia anterior, dirigimos-nos para o local de partida para mais uma edição da Maratona.
Enquanto se esperava pela hora de partida que foi dada exactamente às 09h00, já se começava a sentir o calor que foi-se tornado cada vez mais intenso conforme pedalávamos pelo percurso fora.
Partida dada e lá foi um pelotão compacto percorrer algumas ruas da Vila da Vidigueira até entrarmos em estradão a caminho de Vila de Frades, prosseguindo a sua marcha por terras do Concelho da Vidigueira, até chegarmos a uma aldeia de seu nome Santana, onde estava montado um posto de abastecimento... e que bem que soube!
Daqui até ao 2º posto de abastecimento foi a parte mais “dura” do percurso com um sobe e desce constante interrompidos a curtos espaços com zonas para se poder rolar e recuperar a respiração e dar folga às pernas que iam ficando mais pesadas, não pelos km´s, mas sim no que o calor provocava, um desgaste maior. Percurso ondulante com subidas e descidas tipicamente alentejanas e com algumas subidas mais acentuadas, especialmente a das antenas até junto do 2º posto de abastecimento e 1º posto de controlo, onde havia a separação dos 40 e dos 70 km, que fez mossa em muita gente. Daqui até ao fim foi a descer até junto do IP8, numa fase do percurso rolante sem grandes dificuldades, até entrarmos novamente na Vila, onde estava colocado mais um posto de controlo junto da Ermida de S. Rafael.
Deste posto de controlo até ao fim, foi o percorrer mais um pouco de estradão até junto da entrada sul da Vila e percorremos mais um pouco dos seus arruamentos com os locais a assistirem e a darem incentivo a quem passava de bike já com alguns km nas pernas, uns mais à vontade que outros. Percurso bem marcado, não havia hipótese alguma de alguém se desviar do percurso, durinho e que se foi tornando mais devido ao calor que apertava e bem, assim como o muito pó.
À chegada falava-se que em zonas do percurso chegaram a atingir os 39º, isto ainda antes do meio dia!!!

Abastecimentos completos, havia de tudo, fruta, água, bolos, bebidas isotonicas, coca cola, etc.
Todos os elementos que se deslocaram à Vidigueira divertiram-se e passaram mais um grande momento de amizade, companheirismo e boa disposição.

A simpatia, a amabilidade das pessoas da organização, dos habitantes são imagem de marca e que nos fará regressar a este evento.
A salientar nenhuma ocorrência tipo furo ou queda em elementos do grupo, assim como e, uma vez mais, um excelente apoio dos acompanhantes que nos aguardavam junto da chegada com a alegria e animação que caracteriza toda e qualquer presença dos Papa Trilhos Maratona com 40 km e um acumulado de 820m.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Passeio Trilhos de Baco - Vidigueira - 2009-08-23 - 20Km

Reportagem de Marlene San

Vidigueira 20Km
Versão 19km e 64m

Desta vez não fui eleita, mas auto candidatei-me a relatar esta nossa experiência em terra de Baco. O sol nasceu radioso nesta terra alentejana e a animação reinava logo pela manhã, quer fossem ou não pedalar a adrenalina como sempre, estava ao rubro.

As duas Papa Trilhos San no passeio - Marlene (eu mesma) e Gina estávamos já na partida a aguardar os nossos outros companheiros quando corriam rumores que algumas bikes estavam com alguns problemas técnicos de última hora. Nada que comprometesse a nossa presença. Ultrapassadas as avarias começaram a chegar airosamente junto de nós os restantes juniores e aspirantes Papa Trilhos. A nossa amiga Anita também teve um problemazito mas não era técnico, era físico, o pescoço, um torcicolo impediu-a de se juntar a nós.

O passeio rolava na tranquilidade alentejana, a população manifestava-se à nossa passagem, eles eram palmas, eles eram os bons dias dados com a maravilhosa pronuncia. Ainda o passeio mal tinha começado fui abordada por um cavalheiro vestido a rigor que me perguntou pela nossa aspirante Dora, e eu pensei: “ a nossa menina Dora já tem fãs nesta terra”. E não me enganei - Sr. Ilídio Fragoso o pai, obrigado por nos ter felicitado com a sua passagem.

Entravamos assim em terra dura e os nossos juniores a portarem-se muito bem. Velocidade não era o nosso lema, por isso resolvemos aproveitar o nosso passeio na velocidade que nos parecia adequada à terra, devagar. A metade do percurso, a nossa júnior Mariana estreou a sua nova bike com uma pequena queda , nada de aparatoso e demonstrou muito profissionalismo ao levantar-se do chão e verificar 1º o joelho, depois a bike que não sofreu arranhões de maior.

Chegamos assim ao abastecimento, onde nada de essencial faltou, águas fresquinhas, fruta, bolinhos, e boa disposição entre os participantes, em suma uma organização 5 estrelas.

Seguimos caminho em direcção à meta, pois já tínhamos pó nas bikes o que já era suficiente para mostrar a nossa participação à restante família Papa Trilhos. Ao longe já se ouvia um burburinho, pois claro a claque a manifestar mais uma vez o seu entusiasmo à nossa passagem.

Após a nossa chegada juntamos à Claque as nossas vozes para dar as boas vindas aos restantes Papa Trilhos que tinham ido fazer a Maratona dos 40Km.

Quero aqui neste já longo relato destacar algumas notas:
a) A participação e entreajuda que os nossos juniores (Daniela, Rute, Daniel, Pedro, Leandro e Mariana) tiveram durante todo o passeio, comportamento esse que foi motivo de comentário por parte da organização, Parabéns a todos vocês .

b) Um obrigado às nossas duas Aspirantes, Sandra e Dora.

c) Um obrigado à minha companheira de retaguarda Gina San.

d) E principalmente um grande Obrigado a toda esta família San.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

2009-08-23 Posto de Vigia/Momentos “ZEN” 28km



Reportagem de Ivo San

O dia começou como outras tantas manhas, dia lindo lá fora, um sol de pleno Verão, o cheiro de terra seca no ar, o desejo de percorrer caminhos verdejantes, sentir uma brisa forte, percorrer caminhos novos, descobrir novas vistas, ou melhor que tudo; descobrirmos-nos ou reencontrarmo-nos a nós próprios…
Faltavam poucos minutos para as 8H quando o som irritante do telefone de casa toca, acordando metade de um prédio, com uma voz demasiado alegre, amiga, rebentando com os meus tímpanos a informar que viria ao meu encontro para pedalarmos um pouco, ou não tivesse tal personagem vontade de me mostrar o novo sistema de travões instalado na sua menina de duas rodas.
Até dei um pulo para trás, pedalar?! Saberia eu fazer tal coisa?! Já passou, sei lá um “porradão” de tempo desde o by nigth (última vez que pedalei), mas mal tive tempo para dizer “estou”, já a chamada estava terminada e ele viria a caminho.
Com o laranja e azul, estampado no meu belo equipamento, lá fomos nós a caminho da serra mãe. O plano era ir até Palmela a pedalar, mas derivado ao atraso fomos de carro para podermos poupar algum tempo, no meu caso para poupar-me a mim mesmo!...
Já em Palmela, estacionamos o tão irritante carro, que em aventuras passadas nos deu a ideia que cada vez que pega será a sua última. Bikes fora dos suportes, últimos preparos e “voilá” lá estava eu a viver algo realmente reconfortante. Na rotunda de Palmela começamos por descer pela estrada que passa em frente ao “Gaiteiro”, virando a esquerda num trilho que mal daria por ele. Isto prometia, estava já há vários metros a descer, e tudo o que sobe desce acreditem que no mundo das Bikes tudo o que desces geralmente também tens de subir. A volta surpresa estava destinada ao posto de vigia, um dos mais altos sítios na serra onde podemos pedalar. Pelo caminho passamos por single tracks fabulosos, com algumas pedras soltas que teimavam em me querer atirar violentamente para o chão, fazendo parte integrante do local onde estava a passar. A vista começava por demonstrar um pouco do belo que podemos desfrutar de um passeio de bike com amigos.
Com o suor a cair tipo nascente natural, lá subimos ao topo, com duas paragens pelo caminho, (é só para apreciar a vista dizia eu). Chegado ao topo, fiquei de facto espantado com tamanha beleza. Vista BRUTAL! Depois de algumas palavras trocadas com o guarda florestal e de umas fotos para mais tarde recordar, foi a vez de realmente apreciar tal local, de olhar para dentro de nós e reflectir sobre o que realmente importa nesta vida. Um desses pensamentos foi quem são realmente os nossos amigos, aqueles que nos querem bem, que se lembram de nós mesmo estando em Lisboa, por trilhos de Monsanto, na Vidigueira ou por vezes numa outra estrada ou localidade supervisionando algo! Neste local, tive o meu momento Zen.
Já de regresso fizemos todo o mesmo percurso de forma inversa.

Foi um passeio agradável com cerca de 28 km’s, maioritariamente a subir!

Participantes: (2) Ivo San e Edgar

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Ponto de Encontro

Depois de um fim de semana on Tour por terras da Vidigueira, voltamos às nossas voltinhas habituais:
- 5ª feira, dia 27: voltinha nocturna. Ponto de encontro às 21.00h no Parque das Lagoas.
- sábado, dia 29: Passeio das Aspirantes. Ponto de encontro às 17.30h no Parque das Lagoas.
- domingo, dia 30: voltinha domingueira dos Papa Trilhos. Ponto de encontro às 08.00h no Parque das Lagoas.

Aniversário de Nitrobiker San - 2009-08-25

O aniversariante de hoje é o Nitrobiker San. Tem andado um pouco desaparecido, mas não perdemos a esperança da companhia das pedaladas dele.


Parabéns!

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Castelo Novo bike Tour - 2009-08-16 - 10Km

Para hoje o apetite para pedalar não era muito, pois os termómetros estavam em alta. De qualquer forma haviam umas vilas à volta de onde estávamos de visita obrigatória. E em vez de irmos de carro, resolvemos ir visitá-las de bike. A distância era curta, mas nestas coisas de turismo, o importante é conhecermos a região e as suas gentes. Assim, optamos por ir até Castelo Novo.

Depois da alvorada e pequeno almoço tomado, começámos a prepararmos-nos para a nossa voltinha turística. Antes ainda tivemos a necessidade de reparar um furo que a bike da Marlene San tinha. Entretanto chegou o dono da quinta, amigo do Papa Trilho Mimosa San, que nos levou até à sua adega para provarmos uma ginginha caseira. Foi uma degustação matinal que poderia comprometer o nosso passeio. Mas mesmo assim resolvemos ir.

Fizemos-nos aos trilhos e depois de sairmos da quinta fomos pela estrada nacional até quase à entrada de Castelo Novo. A passo de passeio, seguimos pela antiga estrada passando por alguns locais que os olhavam e admiravam. Como bons BTTistas que somos, cumprimentávamos toda a gente.

A chegada a Castelo Novo era a subir. O efeito da ginginha já se fazia sentir e resolvemos fazer uma pequena paragem. Os óculos da Gina até já estavam a andar a roda! (era o que ela dizia!)

O calor era muito, a as fontes que se cruzavam no nosso caminho era deliciosas. Aproveitávamos para nos refrescarmos conforme podíamos.

Era obrigatório visitar o castelo. Para lá chegar era sempre a subir por ruelas de calçada que exigiam mais alguma força e técnica adicional.

Pelo caminho íamos admirando a arquitectura rústica da vila que a caracteriza e dá-lhe beleza. O concelho de Castelo Novo era constituído pelas freguesias de Lardosa, Castelo Novo, Orca, Póvoa de Atalaia, Soalheira e Zebras. Tinha, em 1801, 2 994 habitantes. Em 1835, o concelho foi extinto e anexado ao de Alpedrinha, passando com este e seu termo, a fazer parte integrante do concelho do Fundão, a partir de 24 de Outubro de 1855.

Dos seus tempos de concelho, conserva-se o seu símbolo principal: o pelourinho. Faz parte do património a Igreja Matriz que remota ao período medieval, a Igreja da Misericórdia do século XVII, a Capela de Santo António também de construção medieval e , o Castelo que teve a sua construção anterior ao inicio do século XVII.

Chegados lá ao cimo, fomos visitar o castelo que nos proporcionava uma bonita vista sobre a vila, e para o lado contrário, a imponente Serra da Gardunha. No horizonte era possível distinguir a Serra da Estrela e a nossa conhecida vila de Monsanto.

A nossa foto de grupo foi tirada no cimo de uma das torres do castelo com a serra como pano de fundo.

Fomos ainda visitar a igreja matriz situada no largo junto ao castelo, que havia sido restaurado e devolvidas as cores religiosas iniciais.

Já com a hora de almoço a espreitar, resolvemos iniciar o nosso regresso. Como para cá foi a subir, para lá era sempre a descer. À a saída da vila, olhei indeterminadamente para o meu lado esquerdo e vejo o mini paria fluvial que logo gritou - "venham tomar banho!". Nem foi preciso dizer 2 vezes. Com o calor que estava, era a cereja em cima do bolo nesta voltinha turística.

Misturados com os locais, demos alguns mergulhos com o traje dos Papa Trilhos. Os olhares eram curiosos e a animação estava garantida.

Aqui fica um pequeno video deste nosso tour...

Fizemos uns simbólicos 10Km com 243m de acumulado de subidas.


Participantes (4): Paulo Alex San, Marlene San, Mimosa San, Gina San.


Ver mapa maior



Video:
- filmagens: Paulo Alex San e Mimosa San
- montagem: Paulo Alex San

Bibliografia:
- wikipedia

terça-feira, 18 de agosto de 2009

10º Passeio de Cicloturismo do Metropolitano de Lisboa a 06 de Setembro

O Centro Cultural e Desportivo irá realizar no próximo dia 06 de Setembro o 10º passeio de cicloturismo.

Este passeio será exclusivamente por estrada, em ruas de Lisboa, pelo que aconselha-se o uso de rodas de estrada.
A concentração será nas oficinas do Metro na Pontinha (por trás da Casa do Artista) às 08.30h com inicio do passeio às 09.30h.

As inscrições poderão se individuais ou por equipas, com o mínimo de 5 elementos.

Os Papa Trilhos que manifestem o interesse em participar neste passeio com a formação de 1 equipa de pelo menos 5 elementos, podem deixar um comentário para que no final se faça uma única inscrição. Inscrições abertas até 31 de Agosto. As inscrições são gratuitas.

Actualização - 2009-08-20:
Percurso - 40Km:
Partida da Pontinha Edifício Metropolitano de Lisboa em frente à Casa do Artista, seguindo pela Estrada Militar, Estrada da Correia, Rua Jogo da Bola, Rua da Fonte, Estrada das Laranjeiras, Sete Rios, Av. Columbano Bordalo Pinheiro, Praça de Espanha, Av. António Augusto Aguiar, Av Fontes Pereira de Melo, Marquês de Pombal, Rua Braamcamp, Rua Alexandre Herculano, Largo do Rato, Av. Pedro Álvares Cabral, Estrela, Av. Infante Santo, Av. 24 de Julho, Av. da Índia, Cruz Quebrada e Estádio Nacional (abastecimento) Cruz Quebrada, Av. da Índia, Av. Infante Santo, Estrela, Rua S. Jorge, Av. Alvares Cabral, Largo do Rato, Rua Braamcamp, Rua Castilho, Rua Joaquim António de Aguiar, Av. Fontes Pereira de Melo, Saldanha, Av. da República, Av. das Forças Armadas, Av. Professor Gama Pinto, Av. Egas Moniz, (H.S.M), Av. Lusíadas, Av. Marechal Teixeira Rebelo, Estrada da Correia, Estrada da Pontinha.

PARTICIPAÇÃO PAPA TRILHOS:
1. Paulo Alex San
2. To Ze San
3. CaJo San
4. Nelson San
5. Rui San
6. Marco San