GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.
- Ecopista do Dão, 16 e 17 Setembro - informações. CANCELADO


quarta-feira, 22 de abril de 2009

Maratona de Estremoz - 2009-04-19 - 64Km

O dia ainda não tinha amanhecido mas já haviam Papa Trilhos na rua. Mas desta vez não se viam bikes. Já estavam todas dentro do "autocarro" do Paulo Felix.

À hora marcada saímos em direcção a Estremoz. A viagem foi calma, com os olhares postos no céu - aqui o tempo está melhor... aqui está muito nebuloso... a seguir aquele monte estará melhor... A verdade é que na chegada a Estremoz o sol estava envergonhado.

Fomos levantar os dorsais e começámos a preparar as bikes. A agitação era a normal. O secretariado nunca deixou acumular muita gente e foi bastante fluído. Os atletas foram-se formando no zona de partida que estava agendada para as 08.45h.

Às 08.50h começámos a pedalar. Os primeiros quilómetros foram a voltinha da praxe pelas ruas da cidade para depois sairmos pela estrada junto ao campo de futebol e logo a seguir entrarmos nos trilhos.

O ritmo inicial era elevado e parecia que todos queriam chegar depressa ao almoço. Apesar da chuva que caiu durante a semana, o terreno não estava assim tão mau. Algumas poças de água e lama, mas nada de grave, comparado ao que já apanhámos em outros eventos.

O percurso estava todo ele marcado com fitas e algumas placas com a indicação de BTT em zonas de viragens. Também havia sinalização nas zonas de perigo. Neste aspecto, nada a apontar.

Entrámos na Serra de Ossa e as subidas começaram. Os Papa Trilhos estavam distribuídos em 2 grupos. Lá mais à frente seguiam o Rui San, Ni San e o Carlos Prazeres San. Mais atrás, o Paulo Alex San, Luis Ferreira San, Mário San, Paulo Felix e o António Rui. O nosso amigo João Pereira do BTT-TV também cá estava a fazer a cobertura do evento. Já o tínhamos cumprimentado junto à partida.

Chegámos ao primeiro abastecimento onde era a separação dos 2 percursos. Estávamos no Km 18º. Após uma pequena paragem, seguimos para os 60Km (nem sabíamos o que nos esperava!)

Os Kms seguintes foram sempre a subir. Pedalada após pedalada lá conseguimos chegar ao ponto mais alto da serra, junto ao marco geodésico. Estávamos a cerca 650m de altitude e a vista era espectacular.

Seguiu-se uma enorme descida para depois entramos no sobe e desce constante até ao 2º abastecimento que estava a ocupar o Km 38º. Antes, tínhamos uma subida onde as rodas pereciam que colavam ao chão, apesar da inclinação não ser nada de especial. O terreno ainda estava bastante húmido e criava bastantes dificuldades adicionais.

Nesta paragem já estavam alguns colegas nossos do BTT à espera da carrinha com problemas vários. Uns que fisicamente já não dava continuar, outros com problemas mecânicos (desviadores partidos, ...). Nós seguimos viagem. A próxima descida era bastante perigosa e era necessária atenção redobrada. O Luis Ferreira San e o Felix atrasaram-se mais um pouco e mais à frente, numa outra descida com alguns regos das chuvas, o Luis Ferreira San testou a capacidade aeronáutica da sua bike, numa queda bastante aparatosa. Apesar da moça física e de alguns arranhões seguiu viagem com algumas dificuldades.

À chegada ao 3º abastecimento tínhamos as nossas meninas à nossa espera. A Marlene San e a Fernanda estavam a dar-nos apoio. Pedimos à organização para ir ao encontro do Luis Ferreira San que devido à queda já não conseguia continuar. Estavam a apenas 2 Km's de nós.

O Paulo Felix, num puro espírito de companheirismo, seguiu com o colega, acompanhando-o no que seria o final da maratona para eles. Os restantes lá continuavam a pedalar com Estremoz já à vista. Faltavam 10Km.


Esta última parte do percurso foi a mais penosa. Era sempre a subir e, já com um acumulado de mais de 1500m (recorda-se que a organização publicou que o acumulado dos 60Km´s era de 1250m), o cansaço já era muito. Entrávamos numa fase de maiores dificuldades físicas. Finalmente já víamos a entrada nas portas da cidade.

Subimos a inclinada calçada romana (a pé, claro!) até à pousada e daqui até à meta foi sempre a descer. Chegámos ao fim com os restantes Papa Trilhos à nossa espera.

Objectivo cumprido, fomos tomar o nosso merecido banho e lavar também as nossas bikes.

Seguiu-se o almoço. Fomos servidos com uma bela sopinha e carne com batata e arroz. Estava bom. As bebidas eram à descrição e a sobremesa era salada de fruta. O Mário San gostou tanto que até trouxe uma caixinha para o jantar.

À saída do restaurante, tirámos a nossa tradicional foto de grupo. Foi uma maratona dura, com desafios adicionais, no que respeita à dificuldade de algumas subidas e ao terreno um pouco mais pesado. Fisicamente, bastante exigente. Uma boa preparação para quem vai a Idanha. Mesmo assim, foi muito divertido e uma dia bem passado. Prova superada!

Fizemos algumas filmagens. Desta vez, além da câmara do Paulo Alex San, também o Rui San fez algumas filmagens na estreia da sua câmara nova.


Foram 64Km com 1826m de acumulado de subidas. Ver estatísticas.


View Larger Map

Podem também ver algumas fotos no BTT-TV - link. Aparecemos em algumas.

Participantes (8): Paulo Alex San, Paulo Felix, Ni San, Luis Ferreira San, Rui San, António Rui, Mário San, Carlos Prazeres San; acompanhantes: Marlene San e Fernanda.

8 comentários:

  1. Foi um domingo muito bem passado, maratona bem durinha, mas em excelente companhia, em que a boa disposição esteve sempre em alta.
    Parabéns a todos
    Não posso deixar de mencionar o apoio que tivémos à nossa chegada a Fernão Ferro, muito bom mesmo.
    Obrigado, é por estas razões e muitas mais de que me orgulho muito em pertencer a esta família.
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Boas,
    Prova bastante dura,(Foi o meu maior empeno)mas um excelente dia de BTT com paisagens lindas e a boa disposição sempre em alta.
    Prova bem organizada com um almoço excelente.
    O final do dia tambem nos porporcionou um agradavel convivio.

    Nota:Penso que o Rui anda a beber Red Bull ás escondidas, estava cheio de força.

    Um grande Abraço
    Carlos Prazeres San

    ResponderEliminar
  3. Emoções solitárias



    Missão: Acompanhar e apoiar sete Papa Trilhos

    Local: Estremoz (terreno acidentado)

    Emoções: Responsabilidade, ansiedade 1, expectativa, emoção, ansiedade 2, alívio, descontracção, e cansaço.

    Responsabilidade de acompanhar e apoiar como merecem os nossos Papas Trilhos.

    Ansiedade 1- de os ver partir …

    Expectativa -de os ver passar…

    Emoções -quando passaram por mim …

    Ansiedade 2-enquanto os esperava na meta …

    Alívio -quando já estavam todos

    Descontracção – durante o almoço onde a harmonia e a partilha de sensações fez parte da ementa.

    Cansaço – um cansaço delicioso de sentir , e uma sensação de missão comprida.


    Obrigada por estas emoções...

    Marlene San

    ResponderEliminar
  4. olá a todos,
    foi uma maratona muito dura, mas com bonitas paisagens e bom companheirismo. Agradeço a todos pela força que me deram em especial ao Paulo Felix que me acompanhou desde o momento da queda. Apesar de tudo, tenho só o cromado riscado.

    Obrigado a todos pelo convivio proporcionado.

    ResponderEliminar
  5. Fiquei com pena de não vos dar o meu apoio presencial, mas só vos posso dizer e claro que as mulheres vão concordar " Papa Trilhos são o nosso orgulho".Prova dura , muito dura ... mas os meninos portaram-se muito bem.Parabéns por mais uma prova superada.Não estive lá mas foi a minha mana.
    Helena San

    ResponderEliminar
  6. Alguém de vocês, escreveu:"Fomos levantar os dorsais e começámos a preparar as bikes....".
    Pois... será que os levantaram, ou alguém os levantou por vocês na vespera e depois os foram buscar á minha carrinha ??? lololol
    Eu bem me meti com alguns durante a prova, perguntei pelo Rui San...pelo Cajo e pela Helena... não me passarm muito cartão e ainda estou á espera de um agredecimento... lolololololo
    Pelos vistos gostara da "nossa" Serra, que um até "provou" a terra da Serra... espero que já tenha o cromado recuperado !!!
    Aquele abraço
    Jorge Gambutas

    ResponderEliminar
  7. Foi uma maratona dura mas a malta esteve a altura, com alguns percalços (obrigado Rui e Carlos por terem ajudado na minha parvoiçe)mas no final foi um Domingo bem divertido mas com algumas mossas.

    ResponderEliminar
  8. Ni, deixa-me só fazer uma correcção ao teu comentário, nós não te ajudamos na parvoice, mas sim a recuperar dessa mesmo parvoice, mas o nosso espírito é esse mesmo e, já como está escrito na t-shirt "A Serra d´Ossa faz mossa".
    Também uma palavra para a Marlene San e a Fernanda sempre a dar força ao grupo e a energia que nos transmitiram quando passámos por elas.
    Em relação aos dorsais efectivamente fomos busca-los à carrinha do Jorge Gambutas que os tinha levantado no dia anterior.
    Abraço

    ResponderEliminar