GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Tróia/Sagres, 16 Dezembro - informações.
- Gala Papa Trilhos 2017, 01 Dezembro - inscrições.


quarta-feira, 4 de março de 2009

Voltinha pela Arrábida - 2009-03-01 - 42Km

Ao contrário dos últimos fins de semana, os nossos "amigos" do tempo haviam previsto chuva para todos. O céu estava cinzento, mas também dava para ver o sol a querer espreitar. E lá fomos nós para o ponto de encontro rumo a mais uma voltinha.

Saímos já perto das 08.50h com vontade de ir subir as antenas. Fizemos-nos à estrada e entrámos no estradão da Qta do Perú. O pelotão ia bem composto com 12 participantes. Pedalada após pedalada, lá fomos nós. A meio caminho do estradão, vimos o portão aberto que dá para uma série de herdades e quintas atrás da Quinta do Peru. Como à muito tempo que não íamos para aquelas bandas, lá fomos nós felizes e contentes.

Conseguimos atravessar até Azeitão e quando entrámos na Arrábida começámos logo a subir para aquecer os músculos. A chuva ia dando tréguas.

Viemos depois dar a um trilho que vai desaguar à estrada de alcatrão da Arrábida que vem de Azeitão. Seguimos por aqui até entrarmos outra vez nos trilhos, junto a Casais da Serra. Fomos até ao Parque de Campismo.

Fomos alertados para algumas deficiências mecânicas nos travões da bike da Helena San. O Ze San, que além de Pastor, também é aspirante a mecânico, fez o seu diagnóstico: "pois é, minha irmã. Está a precisar de umas pastilhas novas, porque estas... já eram!"

Decidimos então começar a fazer o regresso a FF. Subimos as Necessidades e lá no cimo parecia haver um plenário, ou melhor, uma manifestação de BTTistas. Mas não, eram os nossos amigos da Vila Fresca de Azeitão que tinham organizado um passeio e estavam ali a fazer um compasso de espera para agrupar. Trocámos algumas conversas e seguimos todos viagem.

Foi sempre pela estrada nacional. O grupo foi-se esticando e alguns condutores também. Havia o mercado de Azeitão e os veículos motorizados eram muitos. As bicicletas é que estavam ali a mais. O CaJo San ainda foi protagonista de uma tentativa de atropelamento (já não são só furos!), mas sem consequências. Um condutor de camião mais distraído, foi-se encostando à berma, aconchegando o CaJo mais junto à valeta. Mas a estrelinha brilhou mais alto, e ninguém foi ao chão.

A paragem seguinte foi no parque junto ao Modelo da Qta do Conde para tirar a foto de grupo. "Cravámos" uma rapariga que ali passava, que teve o privilégio de fotografar os Papa Trilhos. O CaJo, ainda emocionado do episódio anterior, até fez pose.

Seguimos depois para FF, não antes de darmos umas voltinhas pelas ruas da Vila Alegre. Não percebi se estávamos perdidos ou estávamos a ser guiados pelo Carlos Prazeres San :)

Não posso concluir esta reportagem sem referir aqui uma nota final não menos importante: a prestação da Helena San que fez todas as subidas na integra, mostrando uma clara progressão física nos passeios.

Foram 42Km com 653m de acumulado de subidas. Estatísticas.


Ver mapa maior

Participantes (13): Paulo Alex San, Fernando San, Rui San, Rikybike San, Carlos Prazeres San, Ze San, CaJo San, Vitor, Paulo San, Helena San, Ni San, Carlos Duarte, Mimosa San.

9 comentários:

  1. Não posso ver estas reportagens, que fico cheio de saudades.
    Helena muitos parabéns, parece que já não há subida que te meta medo, assim é que é grande mulher, adquiris-te força nas subidas e agora vais adquirir confiança nas descidas, um beijinho grande para ti.
    Um abraço para todos.

    ResponderEliminar
  2. Ola a todos, não se pode fechar esta reportagem sem mencionar o nome do nosso carrissimo Mimosa e o seu capacete de homem das pipocas, Helena boa continuação que as subidas para nós é como se tivessemos a descer. bjs e abraços

    ResponderEliminar
  3. ui até fico cansada só de vos ver! lol

    Cris

    ResponderEliminar
  4. Obrigado a todos, foi uma experiencia gira "sem pastilhas". nas descidas , desta vez a voz que me acompanha " Lena larga os travões agora é só a descer..." já não havia pois as pastilhas já eram .As subidas,pois é, aquelas subidas nem eu sei ... mas fiz
    Helena San

    ResponderEliminar
  5. Nâo posso deixar de comentar,porque tanto alcatrâo? E logo naquele dia de mercado.Sâo todos doidos,incluindo eu que já sabia como era,e o resultado esteve quase á vista,ainda bem que nâo houve mal de maior,não é Cajó,mudaste de cor ficaste branco.
    NI SAN

    ResponderEliminar
  6. "Granda cagaço" que eu apanhei. Deixo aqui o meu agradecimento ao Paulo San por ter gritado ao conductor que me estava a empurrar para fora da estrada. Não sei o que aconteceria sem a ajuda dele.
    Obrigado. Mais uma a acrescentar ao meu diário da vida em bicla.
    Cajo San

    ResponderEliminar
  7. Para quem não sabe, a Helena San mandou fazer uma fita para o pulso com os seguintes dizeres "Cajo hás-de comer o meu pó". Não sei o que ela queria dizer com aquilo, mas....é melhor estar atento.

    ResponderEliminar
  8. Cajo
    Já somos dois a comer o pó das nossas respectivas esposas.
    Se a moda pega não sei não...
    Beijos e Abraços

    ResponderEliminar
  9. Olá Amigos do Pedal
    Foi sem dúvida uma voltinha cheia de emoções; sem travãos,quase atropelado, e a última moda de "caçapete".
    Mimosa ficas um miminho com aquele objecto na cabeça.


    Fiquem bem

    Marlene San

    ResponderEliminar