ECOPISTA do DÃO - EVENTO CANCELADO.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.
- Ecopista do Dão, 16 e 17 Setembro - informações. CANCELADO


segunda-feira, 9 de março de 2009

Maratona do Carriço - 2009-03-08 - 64Km - Dia Internacional da Mulher

Madrugamos bem cedinho para mais uma participação Papa Trilhos, em homenagem ao Dia da Mulher. Fomos até terras do Carriço, para os lados do Pombal. Saímos de FF ainda não se via o sol.

A comitiva Papa Trilhos, ao contrário do esperado, éramos somente 8, onde 7 iriam pedalar - Marlene San, Gina San, Paulo Alex San, Rui San, Mimosa San, Ivo, Fonseca e esposa.

Pelo caminho ainda tivemos um contra-tempo, quando na auto-estrada a bicicleta do Sr. Fonseca desencaixa do suporte e cai para lado. Não houve danos de maior.

Chegámos ao Carriço cerca das 09.00h e fomos logo ao secretariado levantar os dorsais. Era um exemplo de secretariado. Tinham várias filas por números de dorsal. era só consultar o nº nas listas afixadas e depois ir para o "guichet" respectivo. Tudo bastante fluído e sem grandes esperas, para não falar na simpatia das meninas que estavam a atender. Em dia Internacional da Mulher, as meninas não pagavam e o almoço também era oferecido pela organização.

Depois de levantados os dorsais e estarmos devidamente equipados, fomos para o controlo 0. E poucos minutos depois foi dada a partida. Estava marcada para as 09.30h e assim aconteceu.

Os primeiros quilómetros foram pelas estradas do Carriço e depois entrámos nos trilhos. Haviam 3 opções de percursos - 15, 35 e 65Km. Logo nos 1ºs Kms entrámos num single-track definido por pinheiros de um lado e outro, muito bonito.

Continuámos o percurso, essencialmente por pinhal. A paisagem e os próprios trilhos, nesta fase, eram muito semelhantes ao que costumamos fazer na Apostiça. Apanhámos alguma areia, o que obrigava a um maior esforço, ou mesmo a desmontar.

Mais à frente, fizemos um estradão de perder de vista com um sobe e desce constante, bastante agradável. Pouco depois chegámos ao 1º abastecimento. Nesta altura estava eu e o Ivo. O Rui já o tínhamos perdido de vista e as meninas estavam a fazer companhia ao Mimosa, não fosse ele perder-se.

O abastecimento tinha água, sumos, fruta e bolos. Cada comia e bebia o que queria sem qualquer limitação.

Seguimos viagem. Mais à frente tínhamos a separação dos percursos. À esquerda os 35 e 65, e para a direita os 15. O pinhal continuava a ser a paisagem dominante.

Perto do Km 32 tínhamos novamente a separação dos percursos. Eu já ia sozinho e estranhava todos os participantes virarem para os 35 - mas ninguém vai para os 65?!?

Bem, segui para os 65. O Rui já ia uns kms mais à frente, também nos 65 e os restantes participantes Papa Trilhos seguiram para os 35Km. Antes a Marlene San ainda teve um problema técnico na sua bike. O aperto do espigão partiu e a altura do selim fixou completamente desregulada. Um companheiro do BTT ao ver uma donzela em apuros cumpriu com o seu cavalheirismo e ajudou no que era possível. Colocou um pau no tubo do espigão e na bike para fazer altura. Agradecimento para o Jorge de Figueiró dos Vinhos dos Rodas Voantes - temos de combinar um passeio por essas bandas!

Para quem seguiu o percursos dos 65Km, a coisa complicou bastante. A partir do Km 40, entrámos na serra e o sobe e desce era constante e mais agressivo. A vegetação era mais densa apanhámos alguma lama. Os desgaste físico foi muito maior e em menos de metade do percurso fizemos mais do quadruplo de acumulado de subidas.

No último Km, alguns engraçadinhos alteram a localização das fitas, levando alguns participantes a enganarem-se no percurso. Foi o meu caso. Mas como era normal haver fitas +/- de 100 em 100m, rapidamente percebi que estava enganado e voltei para trás.

Finalmente avistou-se a linha de meta onde já estavam todos os Papa Trilhos. Foi uma recepção calorosa. Até os elementos da organização estavam contagiados com a nossa boa disposição e também faziam claque.

Os banhos eram nos balneários de uma escola. Acho que ouve quem tomasse banho de água menos quente, mas eu e o Rui não tivemos razão de queixa.

O almoço foi num pavilhão ainda em obras. Tínhamos um arroz de feijão com bocado de bacon acompanhado de carne de porco. Sem qualquer tipo de exagero, foi o arroz de feijão mais delicioso que comi. E a mesma opinião foi geral.

Durante o almoço a organização fez a distribuição dos prémios. Os Papa Trilhos também foram contemplados com um prémio. O Sr Fonseca foi premiado por ser o participante mais idoso. Maravilha!!!

Finalmente, tirámos a tradicional foto de grupo.

Foi uma maratona agradável, com alguma dureza para quem fez os 65Km. A organização esteve muito bem - secretariado bem organizado, muito pessoal da organização ao longo do percurso para auxilio, percurso bem marcado com placas e muitas fitas, simpáticos, almoço simples mas excelente! Maratona a repetir.

Por fim, os parabéns às mulheres que integraram a comitiva Papa Trilhos. A Marlene San e a Gina San que completaram o percurso neste divertido e agradável evento.

Foram 64Km para a maratona com 988m de acumulado de subidas e 40Km para a meia-maratona. Estatísticas.


Ver mapa maior

Participantes (7): Marlene San, Gina San, Paulo Alex San, Rui San, Mimosa San, Ivo, Fonseca.

7 comentários:

  1. Muitos parabéns aos participantes.
    Pela reportagem deu para perceber que a organização estava excelente.
    Para o ano se esta maratona estiver na nossa agenda espero participar.
    Beijos e Abraços

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito de ter participado nesta Maratona.
    Fiz os 65 km e até aos 30 km foi sempre a andar e estranhei ver tanta gente a virar para os 35 km enquanto que os 65 km era em frente, percebi depois, porque a 2ª metade do percurso não tinha nada a ver com a 1ª.
    Bom teste para a Maratona de Estremoz.
    Parabéns ao grupo, bem dispostos, animação em alta.
    Beijinhos e abraços

    ResponderEliminar
  3. Papa Trilhos gostei de saber que tudo correu bem uns mais cansados que outros mas isso faz parte do BTT.
    Agora fiquei um pouco apreensivo como é que alguém fez parte do percurso com um pau no....espigão. Mas bom acabou tudo bem disposto e pelos vistos com um arroz de feijão divinal. Beijos e abraços para todos.

    ResponderEliminar
  4. Maravilha de reportagem naturalmente com o cunho do Paulo Alex San. Fico muito satisfeito que se tenham divertido, e tenham feito mais amigos deixando sempre um rasto de simpatia e de boa disposição. Nós por cá, de alguma forma tambem nos juntámos á iniciativa do dia da mulher.:)

    Aquele abraço!!

    ResponderEliminar
  5. Olá a todos...
    Começo por partilhar convosco a minha experiência nesta meia maratona do Carriço, felizmente com uma grande adesão feminina.
    Às 09h30 e ao som do sino da igreja foi dada a partida, pequeno percurso de alcatrão para reconhecimento do local, até aqui tudo bem, entrada em terra batida e aqui sim ... a minha "companheira" de aventura teve um pequeno problema mecânico (estava "baralhada" não sabia se havia de estar em cima ou mais abaixo) - refiro-me ao meu celim.
    valeu-me um cavalheiro, o Jorge Zuzarte do grupo de BTT Rodas Voantes que com a sua agilidade e improviso me ajudou a contornar a situação. O Papa Trilho Mimosa não tardou a chegar ao pé de mim para saber a razão da minha demora.
    Contratempo ultrapassado foi só pedalar e desfrutar os marvilhosos trilhos que tinham traçado.
    Quanto à organização apenas tenho a dizer ***** e quanto ao arroz de feijão meus amigos mais *****.
    Quero agradecer aos meus companheiros de pedal, Gina San e Mimosa San.
    Para mim uma maratona a repetir.

    Abraços e beijos
    Marlene San

    fiquem bem

    ResponderEliminar
  6. Simplesmete devinal! Uma organização sem exemplos, trilhos muito bem sinalizados, com bastante pessoal da organização espalhados estratégicamente. Foi um dia espectacular. Mais uma vez agradeço a cedencia da inscrição ao nosso amigo Marco San, desejando-lhe as rápidas melhoras para juntos pedalarmos e comermos uma boa pratada de NESTUM. :)

    ResponderEliminar
  7. Olá a todos,
    a prova foi espectacular, a organização do melhor. Correu tudo muito muito bem apesar de alguns precalços:
    tinha-me inscrito para os 65km mas fui parar à meia maratona ! pois alguem do staff me disse pra virar à direita, pois eu ia só e o individuo deve ter olhado pra cara do idoso hehehe,só vi que estava errado quando cheguei à meta.
    o pior podia ter acontecido quando a bike quase caiu do carro na autoestrada, mas logo chegou o Rui (obrigado Rui) e a BT.
    Em suma:a participação foi por uma boa causa, obrigado pelo premio do Idoso e especialmente obrigado a todos os Papatrilhos por me terem apoiado e acompanhado. Foi muito bom!

    Abraços
    Fonseca

    ResponderEliminar