GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Tróia/Sagres, 16 Dezembro - informações.
- Gala Papa Trilhos 2017, 01 Dezembro - inscrições.


segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Rota das Adegas - 2008-11-23 - 32Km

Os contactos para este passeio apenas começaram no dia anterior. Surgiu à última da hora através dos Papa Trilhos Mimosa San e Gina. Muito rapidamente, alguns Papa Trilhos aderiram sem hesitar (ouviram falar em adegas...).

O passeio foi organizado pela Associação Recreativa e Instrutiva da Lagoa do Calvo e tinha também no seu programa a apresentação da recém criada equipa de BTT.

Os Papa Trilhos aderiram a esta festa e combinámos a saída de FF ás 07.10h. Com alguns atrasos à mistura, fizemos-nos a caminho da Lagoa do Calvo. Mais uma vez o Papa Trilho Ni San disponibilizou a sua carrinha para o transporte da maior parte das bikes - obrigado!

Aqui fica um belo pormenor para o transporte de bikes. Patente registada pelo Papa Trilho Marco San.

Chegados à Lagoa do Calvo fomos tratar de regularizar as nossas inscrições e preparar as bikes para a partida.

Antes da partida, a organização fez uma pequena palestra com alguns agradecimentos e recomendações para o passeio. Estavam previstos 32Km e paragem em 4 adegas.

Iniciámos o percurso pelos trilhos da zona e rolámos sempre a ritmo de passeio. Ninguém ficava para trás. Sempre que alguém parava por qualquer motivo, estava logo alguém da organização a perguntar de havia algum problema e o carro vassoura nunca ultrapassava o último elemento. Ponto positivo também para a excelente coordenação dos elementos da equipa da organização em que estava sempre 1 elemento nos pontos de viragem e em comunicação permanente por radio entre todos.

Parámos na 1ª adega após cerca de 14Km. Fizemos uma visita ao processo de engarrafamento e depois fomos para os petiscos.

Os proprietários da adega eram amigos do Mimosa San e da Gina, e fomos então visitar também alguns outros habitantes da propriedade.

A próxima foto é dedicada ao nosso amigo Iguana dos Cotonetes.

Saímos alguns minutos depois e rolámos mais uns poucos Kms até à 2ª adega. As mesas já estavam postas e mais parecia um banquete. Comida e bebida à descrição, sem faltar nada. Era queijo, presunto, rissóis, croquetes, frango, coelho, enchidos, bolos, doces, ... e bebida, claro! Vinho da casa para provarmos o que por ali de produz. Nada a apontar! Escusado será dizer que ninguém lhe apetecia sair dali!

Faltavam poucos Kms para chegar ao fim, e ainda faltavam 2 adegas. Não sei como vamos conseguir!

Seguimos viagem por mais alguns trilhos. O percurso tinha zero de subidas. Tudo plano em conformidade com o que estava anunciado - dificuldade média/baixa. Baixa do tipo de trilhos e média por causa das adegas, sim porque não é qualquer estômago que resiste a tamanha dificuldade gastronómica e vinícola!

A 3ª adega estava à vista. Mais alguns petiscos e bebidas. Aqui aproveitámos também para tirar a foto de grupo, pois não sabíamos em que condições estaríamos no final!

Tivemos ainda disposição para ir à 4ª adega onde provámos o bom moscatel que ali se produzia. Vejam a alegria de alguns elementos dos Papa Trilhos.

Chegámos finalmente ao fim do percurso - não sei se conseguíamos mais. Como a adesão a este evento foi bastante superior ao que a organização tinha previsto, providenciaram uma pequena camioneta para levar o pessoal até ao Poceirão para os banhos.

Os banhinhos foram com água quentinha. Depois do banho ainda havia o almoço. A sala da Associação estava completamente cheia, cerca de 200 pessoas, entre os participantes do BTT, do passeio pedestre e acompanhantes.

Mas nem esta enchente influenciou o almoço. Foi servido um belo Cozido à Portuguesa. Era comer e beber até não mais poder. Aqui está o exemplo disso:

A organização está de parabéns. Apesar de só agora iniciarem-se com a equipa de BTT, estiveram à altura e proporcionaram um belo passeio pelas terras da região. Este será um passeio que por unanimidade, estará na agenda dos Papa Trilhos. Aliás, só os Papa Trilhos eram quase 1 terço dos participantes!

Para o regresso houve ainda alguns corajosos(as) que em vez de virem de carro, preferiram regressar de bike. Foram eles o Rui San, Martinho, Nelly e Gina.

De referir que alguns familiares dos Papa Trilhos também marcaram a sua presença com o seu habitual apoio incondicional e alegria contagiante.

As estatísticas do passeio foram as seguintes:
- 4 adegas;
- de acumulado foram 10 rissóis, 20 fatias de presunto, 14 bolos de coco, 9 pedaços de coelho;
- tempo: 1,9s no copo de moscatel; 3,5s no copo de branco e 4s no copo de sumo.

Participantes (19): Paulo Alex San, Rui San, Nuno Lopes San, Luis Ferreira San, João, Carlos Prazeres San, Nitrobiker San, Helena San, Marco San, Marlene San, Nelly, Paulo Alhinho, Martinho, Gina, Nelson San, Mimosa San, CaJo San, Mario San, Ni San


View Larger Map

7 comentários:

  1. Foi um dia muito bem passado, muito bem disposto, animado, diferente.
    Quero salientar o percurso de regresso a Fernão Ferro e a excelente pedalada da Gina, da Nelly e do Martinho, pois parece que a familia Papa Trilhos tem mais um elemento para nos acompanhar futuramente, o Martinho.
    Quero agradecer aos proprietários da Adega nº 5 e seus associados, pois são gente boa e de bem, pois disponibilizaram mais uma sala para provas gastronómicas e que boas elas estavam, não sobrou quase nada.

    ResponderEliminar
  2. Um dia excelente, onde se confraternizou bastante, já não podia ver comer a minha frente, ganhei umas gramas valentes…
    Quem fez bem foi o Rui, Nelly, Gina e Martinho que foram queimar as calorias e gorduras ingeridas a mais…
    Mais uma volta a agendar para o próximo ano.
    Obrigado, pela boleia quem deram à Sónia para o almoço.
    Beijos e abraços.

    ResponderEliminar
  3. Todas as palavras seriam poucas para descrever o quanto valeu a pena....altamente...o mais dificil foi mesmo escolher a pinga, os doces, a comida, e manter o equilibrio na bike..ehehehe....
    Bike Abraço
    Luis Santos

    ResponderEliminar
  4. Boas,
    Um dia bastante agradavel, com muita comida e bebida.
    E aqueles bolos de coco...

    Um Abraço
    Carlos Prazeres San

    ResponderEliminar
  5. Foi uma prova com um grau dificuldade acima da media, não sei qual o vinho melhor? o rosé? o branco? o tinto? ou o moscatel? mais aqueles petiscos,so não vi a noiva ......
    NI SAN

    ResponderEliminar
  6. Viva pessoal,

    Pareceu um passeio bem diferente e muito bem disposto. Ainda bem que se divertiram. Obrigado pela foto.

    Abraços e excelentes pedaladas.

    ResponderEliminar
  7. ainda não percebi bem se era um passeio de BTT se um concurso gastronómico.

    é que so faltavam os petiscos da minha xana e os profiteroles.

    bjs
    Isabel

    ResponderEliminar