ECOPISTA do DÃO - 16 e 17 de Setembro - ABERTAS AS INSCRIÇÕES.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.
- Ecopista do Dão, 16 e 17 Setembro - informações e inscrições.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

#5 - Peregrinação a Santiago de Compostela - 196Km

Tal como prometido, além das reportagens diárias apresentadas aqui no blog das etapas realizadas, foi elaborado pelo Papa Trilhos Rui San (Bisa para a comunidade da peregrinação) um texto relativo a este evento:

"
Durante a semana de 24 a 30 de Março foi realizada a Peregrinação a Santiago de Compostela pelo Caminho Português, inserida numa actividade dos Pioneiros do Agrupamento 380 do Calhariz de Benfica.

O Grupo era composto por 16 elementos e, sobre o qual só tenho a dizer bem, pois é um grupo muito forte e unido.

Foi uma experiência extraordinária e que recomendo a todos, pois é um Caminho muito especial que nos faz pensar e descobrir ao mesmo tempo.

O Dia 24 foi de viagem até ao ponto de partida do Caminho, que foi em Braga e onde pernoitamos no Agrupamento nº 1 de Braga.

O dia 25, foi o primeiro dia em cima das bikes, para realizar a ligação entre a Sé de Braga e a Catedral de Santiago, mas que para a 1ª etapa seria a ligação entre Braga e Rubiães onde pernoitamos no Albergue dos Peregrinos, como foi nas restantes noites nos locais de chegada.
Dia marcado pelo amanhecer com sol, mas frio e que depois baixou um nevoeiro que veio fazer descer um pouco mais a temperatura.
Este dia foi marcado por ter sido o mais exigente em termos físicos, mas que facilmente se ultrapassou, pois à medida que fomos percorrendo os km´s de grande beleza, nosso pensamento era completamente diferente das dificuldades que encontrávamos pelo caminho.
O almoço estava marcado para Ponte de Lima, onde teríamos já percorridos 2/3 do percurso deste dia, a partir daqui “apenas teríamos a Labruja a separar-nos do local de descanso.
Chegada a Rubiães pelas 18.00 para o merecido banho e descanso.
Como qualquer volta ou passeio de bike há sempre possibilidade de ocorrências extraordinárias e neste dia foi o partir da corrente da minha bike, da queda da Margarida sem consequências e de um furo da Catarina quase à chegada ao Albergue de Rubiães.
Este dia foi percorrido uma distância de 57,11 km e um acumulado de 1.173 m.

Dia 26, destinado à ligação entre Rubiães a Redondela, dia marcado pela passagem da fronteira para o lado espanhol do caminho, dia este marcado pelo aparecimento da chuva que veio abençoar nossa Peregrinação.
Chegados a Valença avistámos o lado espanhol, cidade de Tuy, o entusiasmo cresceu no grupo e em direcção a Redondela fomos passando por bosques e parques florestais belos, assim como a passagem pelo polígono industrial de Porriño onde almoçamos no centro da cidade. A chuva não deu tréguas ao grupo, que mesmo assim mantinha o espírito e o animo em alta.
Ocorrências do dia, o furo da Mariana, não quis ficar atrás da irmã, a Catarina e o pedal partido por mim.
Chegada ao Albergue de Redondela pelas 19.00 onde tivemos o merecido banho (não de água quente, mas sim de água a escaldar), mas que soube muito bem à mesma.
Esta etapa teve 51,61 km e um acumulado de 904 m.

Dia 27, foi o dia da ligação de Redondela a Padron, dia este em que seria a ligação com mais quilometragem. Uma vez mais apareceu a chuva que não deu tréguas, mas com chuva ou sem chuva o grupo seguiu em direcção a Padron onde pernoitámos.
Uma nota para a coragem e bravura dos pioneiros, pois para esta etapa estava pouco crente de que seriam capazes de estabelecer a etapa programada, pois pensava que já poderia haver cansaço acumulado de km´s das duas etapas anteriores, erro meu, jamais voltarei a sub-estimar a capacidade deste grupo.
O grupo demonstrou que estava ali com um objectivo e que era para cumprir, e dito e feito, assim o fizeram, meus parabéns, vocês foram extraordinários.
A ocorrência do dia vai para os 2 furos que tive.
A etapa teve 62,11 km e 1.113 m de acumulado de subidas.

Dia 28, o dia da chegada a Santiago de Compostela, dia amanheceu com chuva e com ela partimos em direcção ao nosso destino final.
Chegada a Santiago marcada pelo aparecimento do sol, que nos brindou com um resto de dia magnifico.
Etapa com 25,46 km e um acumulado de 280 m.
Fizemos uma primeira visita à Catedral e pelas ruas andámos a conhecer a cidade.

Dia 29, dia livre em Santiago, ao meio dia estávamos todos presentes na missa do Peregrino, pois foi nesse espírito que fomos, tendo o resto do dia livre para conhecer melhor a cidade e fazermos algumas compras. À noite tivemos um jantar de grupo muito bem disposto, pois foi assim que sempre estivemos desde o primeiro dia.

Dia 30 foi marcado pelo nosso regresso a Lisboa.

Quero dar os parabéns a todos os elementos dos Pioneiros do 380, pois são um grupo fantástico no qual me senti muito bem no meio deles, como parte dele fizesse e, é assim que me sinto, fazendo parte do grupo, desde os pioneiros aos animadores.

Um agradecimento muito especial pelo convite que me fizeram para os acompanhar e de termos partilhados várias experiências que nos enriqueceram a todos durante a Peregrinação.

O grupo foi composto por:
Os animadores: Gonçalo Sant´Ana, Luis Nunes e Cunha
Os Pioneiros: Carolina, Madalena, Mariana, Catarina, Margarida, Rita, Joana, João Luis, João Pedro, Rolhas, Francisco e o Cunha
E finalmente por mim, o Bisa (Rui João)

Bem haja a todos vós, vocês são excelentes, grupo espectacular, foi uma honra ter realizado o Caminho Português de Santiago convosco.
Muito obrigado
Abraço do Bisa

"
by Rui San

Resumindo, foram 196Km com 3.470m de acumulado se subida.

Exibir mapa ampliado

Todas as fotos aqui.

3 comentários:

  1. Parabéns Rui San e restantes peregrinos, foi pelos relatos um excelente grupo que partilhou todas as aventuras diariamente.Para todos que partilharam esta peregrinação um BIKE abraço.

    ResponderEliminar
  2. ... começo a gostar das tuas aventuras...quem te viu e quem te vê...bela reportagem...parabéns !!! até Estremoz... aquele abraço !!!
    Jorge Gambutas

    ResponderEliminar
  3. Olá,

    Não pude de deixar aqui um comentário de coragem a todos aqueles que embarcaram nesta aventura. Uma iniciativa de grande valor aliando objectivos do grupo com o gosto de andar de bicicleta. Os parabéns também ao Rui San (Bisa) que conduziu a aventura a bom porto.

    Saudações.

    ResponderEliminar