ECOPISTA do DÃO - 16 e 17 de Setembro - ABERTAS AS INSCRIÇÕES.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.
- Ecopista do Dão, 16 e 17 Setembro - informações e inscrições.

sábado, 29 de junho de 2013

O quê ele também veio!!! - 2013-06-22 - 24Km

Reportagem por Daniel Felix

Tinha acabado no dia anterior a esta voltinha, o meu último exame da 1ªfase (Físico – Química). Por esse motivo, decidi levantar-me do sofá e parar de estudar para aproveitar o excelente dia de verão que estava lá fora, e nada melhor do que uma voltinha de bicicleta com os meus amigos para aproveitar esse dia, apesar do calor intenso que se fazia sentir.

Então, como é habitual reunimos-nos todos à hora marcada no local do costume e começámos a dar as primeiras pedaladas em direcção ao Parque da Verdizela. Durante este trajeto já íamos todos a suar mesmo apesar dos poucos Kms feitos.

Quando chegámos ao Parque da Verdizela, aproveitámos para abastecer e tirar a foto de grupo, e que grande sorte tem a Sandra a única mulher no meio de tantos rapazes.

Logo de seguida a areia estava à nossa espera na Apostiça e aí é que eu comecei a mostar sinais de muito cansaço e fadiga, pois já não ia andar à quase 5 meses e isso reflectiu-se nas minhas perninhas.

No final para acumular a mais esse cansaço que alguns já mostravam, tivemos de subir a velha estrada de Sesimbra e depois daí fomos em direcção à casa da família Francisco onde eles ficaram e eu, o meu pai, o meu irmão e o Borda d’Água seguimos cada um para suas casas.

Foi uma volta muito divertida, mas com muito calor e suor à mistura.

Participantes: Borda d’Água, Sandra, Leandro ,Gonçalo, Nélson, Paulo Félix, Pedro Félix e Daniel Félix

sexta-feira, 28 de junho de 2013

VI Maratona BTT da Gardunha (Aldeias Históricas) - 2013-06-23 - 75Km

Reportagem por Joaquim Pena San

A organização colocou à disposição dos participantes duas distâncias 45Km e 75Km. Este ano existiu como novidade a realização de uma prova para as classes de iniciação/formação. Com partida e chegada no centro da cidade do Fundão no pavilhão multiusos, onde também estava o secretariado e era fornecido o almoço.

O percurso teve os primeiros 40 km comuns e teve a forma de um 8, ou seja, os atletas inscritos na Maratona passaram duas vezes pela zona do Fundão, uma intermédia e a chegada à meta.

Eu participei na distância maior, este ano chamada Rota das Aldeias Históricas e teve passagem pelas seguintes aldeias: Telhado, Castelejo, Souto da Casa, Freixial, Aldeia de Joanes, Alcongosta, Alpedrinha e Castelo Novo.

Os primeiros 40Km foram bastante acessíveis, mas quando efectuámos a separação dos 2 percursos vieram as grandes dificuldades, dado que a maioria do acumulado de subidas estava concentrada nesta parte. Tínhamos que passar a serra do lado do Fundão para o lado de Castelo Branco e regressar ao Fundão.

A parte mais difícil estava reservada para o Km 55 com uma subida de cerca de 10km e uma inclinação bastante acentuada.

Demorei aproximadamente 6h:30m a fazer o percurso com 2.200m de acumulado, onde dos três que já efectuei na Serra da Gardunha, poderei afirmar que este foi dos mais difíceis que já fiz.

Em resumo um excelente evento muito bem organizado, com subidas bastante duras, mas também com boas descidas, bons singles tracks para o pessoal se divertir.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Ponto de Encontro - Semana 26

Para esta semana, a proposta do Ponto de encontro é a seguinte:
- sábado, dia 29: Voltinha dos AdolescentesPonto de encontro no Parque das Lagoas às 16.30h.
- domingo, dia 30: Voltinha domingueira Papa Trilhos. Ponto de encontro às 08.00h no Parque das Lagoas ou às 08.20h na GALP da Qta do Conde.

Caso haja interesse em marcar alguma voltinha, deixem aqui a mensagem para conhecimento do restante pessoal.

Lembretes desta semana:
- N/A

Aniversário Junior de Rute - 2013-06-26

Hoje temos uma aniversariante Junior. Parabéns para a Rute.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Voltinha antecipada... - 2013-06-22 - 51Km

Reportagem por António Julio

Com o dia da Juventude a coincidir com a nossa voltinha domingueira, tivemos que antecipar a mesma para sábado. À hora marcada lá estávamos nós prontinhos para mais uma divertida voltinha, com a agradável surpresa da presença do Papa Trilho Tony, há algum tempo afastado. Seguimos directos a Azeitão, com o calor a apertar decidimos rumar ao Moinho dos Cucos onde aproveitámos para tirar a foto de grupo, desta vez tivemos direito a 2 fotos.



Tendo como destino o jardim de Palmela, fomos pelo Alto das Necessidades onde o Tony decidiu regressar porque não estava bem, como o companheirismo é uma palavra que nos assiste o Fernando Vitor não o deixou regressar sozinho e fez-lhe companhia.

O restante grupo seguiu pelo estradão, subimos até ao cai de costas, caminhos dos moinhos de Palmela (por cima perigosíssimo, pedras, pedras, pedras e mais pedras), e lá chegámos ao jardim.

Depois de uma pequena pausa para restabelecer energias e encher bidons, iniciámos o regresso pela parte de baixo dos moinhos (bem mais soft), a pedido do Mário entrámos no lindíssimo trilho do velho onde o Ricardo se lembrou de tirar uma foto no meio das espigas, todos em filinha pirilau.

Já perto do final ainda houve tempo para uma queda que nos deixou a todos apreensivos, felizmente sem grandes consequências, apenas alguns aranhões brindaram o Paulo Alex. Chegados à Quinta do Conde as normais despedidas uma vez que uns ficam e outros seguem até Fernão Ferro.

Participaram Fátima e António, Bela e Mário, Gina, Paulo Alex, Ricardo, Tony e Fernando Vitor.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Aniversário de Dora San - 2013-06-24

Mais uma aniversariante Papa Trilho. Parabéns para a Dora San.

domingo, 23 de junho de 2013

Aniversário de Joaquim Pena San - 2013-06-23

Hoje temos um aniversariante Papa Trilho. O Joaquim Pena San está de parabéns.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

A voltinha do Regresso - 2013-06-15 - 16Km

Reportagem por Leandro e Gonçalo Francisco

Estávamos no Parque das Lagoas quando o Pai recebeu uma chamada do Borda D' Água que nos informava que estava na Quinta do Conde com a Joana no ensaio da dança que ia ter à noite.

Então o Pai decidiu passar por lá, quando estávamos a ir passámos perto das Fontaínhas, novamente o Pai recebe uma chamada, mas desta vez do Félix que acabara de chegar a casa e o Pedro queria vir andar. Então combinámos encontrarmos na festa da Quinta do Conde, mas quando chegámos esperámos, esperámos e passado muito tempo lá apareceram eles e nós estávamos com a Joana e o Borda D' Água.

Na volta eu e o Pedro metemos a conversa em dia porque já não estávamos juntos à algum tempo, depois a voltinha foi finalizada fomos todos para a nossa casa.

Participantes: Leandro, Gonçalo, Pedro, Dora, Sandra, Nelson e Félix

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Volta Tranquila - 2013-06-16 - 49Km

Reportagem por Ni San

Na hora marcada para mais uma voltinha Domingueira lá estávamos no local combinado. A maioria estava de volta da Peregrinação de Santiago para umas pedaladas na nossa Serra de Arrábida. Saímos da Quinta dos FFs direitos à Quinta do Conde onde juntamos-nos, antes de partirmos tivemos a visita de dois elementos que iam participar numa prova de atletismo. Cumprimentos para lá e para cá e seguimos pelo Brejos de Azeitão, Azeitão, subimos ao Alto da Madalena, descemos para o parque de campismo e fomos pelo estradão até a Casais da Serra.

Íamos andando e contando as aventuras pelas terras Espanholas, como não houve paragens ainda era cedo e decidimos ir dar uma volta ao vale. Apanhámos o estradão das Pedreiras e mais à frente entrámos no vale e metemos pelo meio da vegetação e pedras onde tivemos que pular o muro para voltar ao estradão.

Voltámos um pouco atrás e fomos pela Aldeia da Piedade onde hoje o grupo deu uma volta pela Aldeia (o tal caminho do nocturno,que nunca é feito), descemos para os fetos e subimos para o estradão da Quinta do Peru. Chegados ao fim do estradão fizemos as despedidas habituais, uns voltaram a Quinta do Conde e outros a Quinta dos FFs. Mais uma manhã bem passada com 49kms andados.

Os participantes foram Nelson, Sandra, Carlos Prazeres, Isabel Santos, Paulo Félix, Dora, Júlio, Fátima, Kimbikes, Fernando Lapa, António Borda D`Agua, Ni, Amaro, Daniel, Tiago, Mónica, Hugo, os outros cinco desculpem mas não lembro o nome.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Ponto de Encontro - Semana 25

Para esta semana, a proposta do Ponto de encontro é a seguinte:
- sábado, dia 22: antecipação da Voltinha domingueira Papa Trilhos. Ponto de encontro às 08.00h no Parque das Lagoas ou às 08.20h na GALP da Qta do Conde.
- sábado, dia 22: Voltinha dos adolescentesPonto de encontro no Parque das Lagoas às 16.30h. (nova hora!)
- domingo, dia 23: Dia da Juventude de Fernão Ferro. (ver cartaz).
- domingo, dia 23: Maratona BTTGardunha 2013 - Rota da Cereja.

Caso haja interesse em marcar alguma voltinha, deixem aqui a mensagem para conhecimento do restante pessoal.

Lembretes desta semana:
- sábado, dia 22: nova hora da Voltinha dos Adolescentes a partir desta semana - 16.30h.
- por motivos da realização do Dia da Juventude de Fernão Ferro no domingo, dia 23, a habitual "voltinha domingueira" será antecipada para sábado.

MARATONA BTTGARDUNHA - ROTA DA CEREJA
23 de Junho, Fundão

Esta maratona irá estar representada pelos Papa Trilhos através do Joaquim Pena. Mais informações sobre o passeio neste link.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Rescaldo da Peregrinação a Santiago de Compostela...

... por Isabel San-tos

Mais uma aventura,
Mais uma peregrinação,
Entre amizade e pedaladas,
O que não faltou foi emoção!

Apanhados pelo S. Pedro
Em plena altimetria,
Tal foi a chuva de granizo,
Quase entrámos em hipotermia!

Valeu-nos um casal de velhotes,
Que nos deu toalhas e calor,
Que Deus lhes dê muita saúde,
Foi uma atitude com louvor!

Seguido duma paragem num café,
Para um Colacao bem quentinho,
Passados o susto e o frio,
Lá conseguimos seguir caminho!

A amizade e camaradagem
Não nos deixou baixar os braços,
A união faz a força, não duvidem,
Somos um grupo de amigalhaços!

De resto tudo correu bem,
Não há nada a assinalar,
Paisagens espetaculares,
Que nos fazem encantar!

Percursos muito interessantes,
Muita verdura à mistura,
Água, pedras, calhaus,
E muita, muita altura!

Um episódio a não esquecer,
A morte da pobre galinha,
Foi o David Ca(tro)pela,
Que a deixou estendidinha!

Mas este crime do Capela,
Nós vamos ter que esquecer,
Ele teve uma noite complicada,
Pois …temia adormecer!

Mais uma aventura magnífica,
Que jamais iremos esquecer,
Fica-nos na memória o ColaCao,
Que nos conseguiu aquecer!

No regresso, um bom almoço,
No “River View” - Ponte de Lima,
Com convívio e muita alegria,
e…Bem regadinho por cima!

Pela parte que me toca,
Só quero mesmo agradecer,
Pelos momentos que passámos,
Que jamais poderei esquecer!

Um beijinho com amizade,
À família PAPA TRILHOS,
É com orgulho que saúdo,
A todos – pais e filhos!

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Ponto de Encontro - Semana 24

Para esta semana, a proposta do Ponto de encontro é a seguinte:
- sábado, dia 15: Voltinha dos adolescentesPonto de encontro no Parque das Lagoas às 15.30h.
- domingo, dia 16: Voltinha domingueira Papa Trilhos. Ponto de encontro às 08.00h no Parque das Lagoas ou às 08.20h na GALP da Qta do Conde.

Caso haja interesse em marcar alguma voltinha, deixem aqui a mensagem para conhecimento do restante pessoal.

Lembretes desta semana:
- domingo, dia 16: Reunião Geral Papa Trilhos. Mais informações, ver mail.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Peregrinação a Santiago de Compostela - 2013-06-07 a 09 - 230Km

Reportagem por Paulo Alex San

O Caminho de Santiago iria mais uma vez ser o protagonista de uma aventura Papa Trilhos - a 2ª Peregrinação Papa Trilhos a Santiago de Compostela. Desta vez, o trajecto escolhido, era o caminho interior, Via da Prata. Este caminho, tem inicio em Sevilha e é o mais longo dos vários Caminhos de Santiago. Nós iríamos começar este caminho, em Chaves.

DIA 0 - Viagem Fernão Ferro/Chaves
Antes de pedalar, há que chegar... o transporte escolhido foi o autocarro que nos iria levar desde Fernão Ferro até Chaves. Já com algum atraso, o autocarro chegou ao Parque das Lagoas. Arrumámos rapidamente as bikes no porão, a bagagem e mais alguns acessórios, e despedimo-nos dos nossos familiares e amigos que foram ver a nossa partida.

A viagem foi tranquila, com 2 paragens pelo caminho. Alguns tentaram aproveitar as várias horas de viagem para descansar e até houve quem conseguisse! Pouco antes das 08.00h lá estávamos nós a atravessar as ruas da cidade de Chaves.

DIA 1 - Chaves/Ourense
Depois da chegada a Chaves, há que preparar as bikes para a 1ª etapa da Peregrinação. Algumas afinações de última hora e tudo a postos para esta grande aventura.

Depois de encontrarmos o track do Caminho, circulámos junto ao rio e fomos em direcção a Espanha. Os 1ºs kms foram em alcatrão. Já em Espanha, o 1º percalço do dia foi com a bike da Isabel a dar um valente estouro... foi o pneu que saiu do sitio.

Continuámos caminho sem dificuldades de maior. Isto afinal não estava a ser tão complicado como prevíamos... Parámos em Verin para petiscar alguma coisa e não resistimos às sandes de presunto a 1€. Com a serra à vista, avizinhavam-se algumas subidas. A 1ª ameaça foi numa subida de perder de vista junto a Arcucelos. Mas não passou disso mesmo, pois o track não era por ali e adiámos o prometido acumulado.

Seguimos junto ao rio Tâmega com um percurso essencialmente plano. Mas por pouco tempo... a subida do dia era pela serra para Albergaria. Com um troço em que tivemos de fazer com a bike à mão, subimos até aos 956m de altitude. Era uma subida dura e o pior é que o S. Pedro lá do sitio também não ajudou. Já a mais de meio da subida, começaram alguns chuviscos. Depois uma chuva mais intensa com frio à mistura. Sem local para abrigar, foi molha garantida. Começámos a ter bastante frio e depois da chuva, foi uma avalanche de calhaus de granizo para arrematar. Com um frio extremo, deixámos de sentir as mãos e os pés, que nos obrigou a pedir ajuda junto da aldeia mais próxima. Um casal de velhotes, leia-se Santos, da aldeia de Borrán acolheu-nos. Prontamente, deixou-nos entrar em casa deles para nos aquecermos e disponibilizaram-nos toalhas para nos limparmos. Lá fora continuava a chover e discutimos vários pontos de vista sobre o que fazer. Acabámos por decidir fazer mais uns poucos kms até ao café da estação de Villar del Barrio onde tomámos algumas bebidas quentes (viva ao ColaCao!!!), comemos e descansámos um pouco.

Mais repousados e já sem chuva, decidimos continuar viagem, mas por estrada até Ourense. Disseram-nos que era sempre a descer, mas ainda fizemos umas belas subidas (o que também ajudou a aquecer). O sol ainda apareceu e até deu para secar quase a roupa toda. Este contraste também animou o grupo e pouco depois das 19.00h estávamos a chegar ao hotel junto a Ourense após 10.45h de sairmos de Chaves e 105Km.

Foi uma etapa sofrida, não tanto pela dificuldade do percurso, mas pelas condições atmosféricas extremas. A união do grupo foi determinante para termos ultrapassado estas dificuldades, permitindo chegarmos todos e recordarmos esta etapa para a posteridade. O casal que nos abriu a porta para nos aconchegar foram a figura do dia e é justo prestar aqui a merecida homenagem e agradecimento, pois sem eles, esta etapa poderia ter um rumo bastante diferente.

DIA 2 - Ourense/Silleda
O pequeno almoço estava marcado para as 07.30h e após algumas afinações, começámos a etapa às 08.25h, hora espanhola. Descemos até Ourense e ainda demos umas voltinhas pela cidade. Fomos conhecer a catedral e tirar algumas fotos.

À saída de Ourense, esperava-nos uma subida de "S" maiúsculo. Era a "Costina de Caneno" que nos fez transpirar e adoptar a estratégia da "avozinha". Lá em cima, apreciámos, além da vista", a passagem de um rali de carros antigos.

Uns kms mais à frente, voltámos a cruzar com o rali, onde a passagem pela ponte de Mandrás tinha de ser efectuada à vez. Agrupámos, para passarmos todos de uma vez só e atrapalharmos o menos possível a prova.

Já a anunciar a hora de almoço, parámos em Cea para abastecimento. Percorremos algumas casas para tentarmos comer e a última tentativa foi numa pequena casa literalmente invadida pelos Papa Trilhos. Fomos servidos de umas belas sandes de presunto com queijo, enquanto lá fora, o invejoso S. Pedro, voltava a fazer das suas.

Desta vez estávamos mais prevenidos. Vestimos os impermeáveis, aconchegámos o vestuário com uns jornais à mistura lá fomos nós cumprir o resto da etapa. Fomos desbravando trilhos pelo meio da serra, passámos por algumas povoações típicas... Alguns trilhos exigiam uma técnica mais apurada, pois tinham bastantes pedras que com a chuva tornavam-se mais traiçoeiros. Estes troços, consumiam-nos mais tempo e não eram produtivos.

2 locais de passagem dignos de registo, foi a Casa César, onde fomos recebidos pelo dono, de braços abertos, onde os peregrinos podiam degustar aperitivos diversos (e bebidas a condizer). O preço era ajustado à vontade de cada um...

Outro local, foi na aldeia de Oseira com um imponente mosteiro digno de uma visita mais pousada. Nós apenas fizemos uma visita rápida com algumas fotos. Seguiu-se uma subida daquelas com uma contribuição generosa para o acumulado final.

Pelo caminho íamos encontrando peregrinos pedestres, alguns portugueses, com quem trocávamos alguns minutos de conversa. Chegámos ao hotel em Silleda depois de pedalarmos 82Km durante 11.41h.

DIA 3 - Silleda/Santiago de Compostela
Estávamos na última etapa e a motivação completamente restabelecida. O cansaço físico tinha sido dispensado e todos estavam com o pensamento da chegada a Santiago. Apenas pouco mais de 40Km nos separavam deste objectivo. O tempo estava nublado e as previsões ditavam alguma chuva. A hora de partida tinha sido anunciada para mais tarde, para descansarmos um pouco mais, pois também não tínhamos pressa em chegar a Santiago. Saímos de Silleda quase às 10.00h.

Seguimos as indicações do Caminho, passando por trilhos bastante agradáveis. Estávamos a usufruir dos melhores trilhos das 3 etapas. Serpenteávamos por caminhos entre árvores e completamente fechados, sem grande exigência técnica. Apanhámos algumas subidas que totalizaram cerca de 950m de acumulado, mas também grandes descidas... ora estávamos a uma cota em que tínhamos uma vista de se perder no horizonte, ora poucos minutos depois estávamos a uma outra cota, numa ponte romana, junto ao rio.

Parámos para tomar café e petiscar alguma coisa em Ponte Ulla. Durante o percurso passámos por bastantes albergues, todos muito bem cuidados, com espaços exteriores agradáveis e com um bom enquadramento arquitectónico. Fizemos várias tentativas de carimbar as nossas credenciais nos albergues, mas todas em vão, pois só lá encontrávamos alguns (poucos) peregrinos.

Do alto da serra, em Angrois, já avistávamos Santiago... era já ali! Os sorrisos duplicaram e todas as dificuldades destas 3 etapas desvaneceram-se. Todo o esforço culminava nesta chegada. Agrupámos na entrada a Santiago, mas ainda nos faltava uma última subida bastante acentuada. Desfilámos por umas poucas ruas à volta da Catedral com alguns olhares curiosos naquela mancha laranja e azul.

Depois de 43km e alguns minutos depois das 15.00h, estávamos a entrar em pela praça da Catedral. Para nos receber, além de toda a mística do local, também lá estava a Papa Trilho Sónia que havia chegado no dia anterior.

Seguiram-se abraços e beijos, festejos e felicitações. Era o final de uma peregrinação que nos proporcionou um conjunto de sentimentos e emoções bastante pessoais, mas também transversais a todo o grupo. É difícil definir o momento e impossível resumi-lo numa só palavra, mas não posso deixar de expressar o que me vai na alma - "Obrigado Papa Trilhos"!!!


DIA final - Viagem Santiago/Fernão Ferro
Hoje iríamos regressar a Fernão Ferro. Amanhecemos com alguns chuviscos e aproveitou-se a manhã, alguns para descansar um pouco mais, outros para ir dar uma volta até ao centro de Santiago. Hoje éramos turistas! Visitámos a Catedral, entrámos em algumas lojas, apreciámos o ambiente e ao final da manhã, arrumámos as bikes no autocarro e lá fomos nós.

Paragem para almoço em Ponte de Lima... e que almoço! Este local tem qualquer coisa de diferente, a comida, o vinho verde, as paisagens... Optámos por almoçar no restaurante "River View". Arroz de serrabulho, bacalhau, eram alguns pratos do menu. Tudo estava digno do nosso apetite. O dono do restaurante, Sr Carlos, figura distinta, misturou-se no nosso convívio gastronómico e brindámos, com vinho verde da adega local, a esta incomparável Família - os Papa Trilhos.

O balanço estatístico desta peregrinação totalizou 230Km com 4602m de acumulado de subidas, e zero buzinadelas. É realmente digno de registo que por todos os locais que passámos, sempre que nos cruzávamos com viaturas, quer fosse na mesma estrada, em cruzamentos ou atravessamentos, é de enaltecer o respeito e consideração que têm para com os peregrinos.

Esta foi mais uma Peregrinação Papa Trilhos.