GALA PAPA TRILHOS 2017 - 10º ANIVERSÁRIO - 01 de Dezembro. .

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.30h (horário de inverno). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Tróia/Sagres, 16 Dezembro - informações.
- Gala Papa Trilhos 2017, 01 Dezembro - inscrições.


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

2010-10-24 Pedreiras 48km

Reportagem de Arsénio San
O dia amanheceu solarengo convidando a um belo passeio, com esse espírito saí de casa, do Casal do Marco, em direcção à quinta da conde para juntar-me ao grupo que esperava encontrar nas bombas da Galp às 8:10, mas a história foi outra.
Os Papa Trilhos optaram na véspera por combinar juntar-se noutro ponto da quinta do conde (divulgado no blog), dado que às 8:20 não se avistava nenhum Papa Trilhos, resolvi iniciar um passeio por estrada seguindo em direcção a Azeitão, Aldeia de Irmãos, Sesimbra, Cabo Espichel, Fernão Ferro e Casal do Marco.
Eis que senão, dá-se um acontecimento imediato, um feliz ajuntamento uns kms a seguir ao Alto da Vinha e antes da Maçã. A malta sábia, arrematou logo, andas a treinar às escondidas. Bem tive logo que disfarçar “É pá não, sabes pá, nas bombas, coisa e tal...o orçamento....o fmi.....” acho que me safei, juntei-me aos amigos Papa Trilhos e a coisa lá passou, mas o Riky ficou desconfiado.
O grupo agora todo junto rumou em direcção às das pedreiras, em plena subida de calhaus, pedregulhos o Mário San atrapalha-se e zás trás pás, chão com ele, mas nada de grave só uns assobios forçados para aliviar a pressão nas partes baixas.
Esta zona apresenta alguma dificuldade técnica quer em subida, mais em especial nas descidas, dada a constante presença de calhaus cobertos pelo orvalho da manhã. Para quem tem especial medo pelas quedas, como é o meu caso, nada como desmontar e fazer os troços mais perigosos à mão.
Rumamos depois em direcção à vale do Risco, entrando à Arrábida sem percalços de assinalar onde mais uma vez reinou a boa disposição, aí aproveitei para adicionar um elemento extra à bike um purificador de ambiente, muito útil para a descida que se seguia, visto não a malta não querer aventurar-se em direcção às antenas.
Após a extenuante descida, reabastecemos e rumamos em direcção ao CEADA. Aí encontrava-se a dificuldade do dia, sempre a subir para picheleiros, lá em cima retemperamos as energias e o Riky levou o grupo por um trilho novo que apresentou um beco sem saída. Voltámos para trás tomámos nova direcção e, mais à frente uma pequena cova que recebeu uma pequena queda do nosso amigo Mário San. Pelo meio há ainda que referir que os medronhos estavam deliciosos.
A malta mais animada pelos medronhos rumou em direcção a casa, pois era já hora do repasto, na Quinta do Conde, bjs e abraços, uns ficaram por aí enquanto outros rumaram em direcção a Fernão Ferro e eu dirigi-me para o Casal do Marco.Participantes: (14) Nuno Lopes San, Rui San, Helena San, Fernando Lapa, Gina San, Felix San, Arsénio San, Rikybike San, Mário San, Bela, Tony, Tó Zé San, Nelson San e Mimosa San

Sem comentários:

Enviar um comentário