. . Papa Trilhos by night 2018 - fotos disponíveis na página de FB. Plano de Actividades para 2018. Ver calendário.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Seguro FPCUB 2018 - informações.



quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Passeio de estrada - 2009-12-08

Reportagem de CaJo San

Juntámo-nos no Parque das Lagoas por volta das 08H30. Constituíamos dois grupos: um queria fazer estrada e o outro essencialmente feminino (as nossas aspirantes) com destino ao BTT. Depois de trocadas algumas animosidades, trajectos mais ou menos definidos e ala que se faz tarde.

Irei relatar o treino por estrada, visto ter sido esse em que me inclui, tendo montando previamente rodas de estrada como os demais fizeram. Saímos então por voltas das 08H40, com direcção à estação de serviço da Galp na Quinta do Conde, local onde éramos aguardados pelo Edgar e pelo Paulo Semião. Juntos rumámos à EN n.º 10 na direcção do Casal do Marco. Virámos à direita no cruzamento para a Siderurgia Nacional junto ao Centro de Bricolage Izzi, para virarmos um pouco mais à frente à esquerda passando junto ao estaleiro do nosso amigo Guimarães (Ai o porco no espeto, hum, que saudades).

Subimos para a Amora e deixando à esquerda a Veloprof fomos em direcção ao Aterro Sanitário, lá para os lados da Verdizela. Foros d’Amora, Pinhal Verde, descendo a estrada que dá acesso às praias até à Costa da Caparica (Estrada Florestal da Fonte da Telha).

Junto a uma das entradas laterais do Parque de Campismo do CCCA, iniciámos o paredão até à Costa da Caparica, abrindo caminho no emaranhado de pessoas no seu jogging matinal e outros grupos de bttistas, que não eram poucos aqueles com que nos cruzámos ao longo de todo o percurso. O tempo estava óptimo para a prática desportiva e lazer, a temperatura estava também agradável. Logicamente que tivemos de nos esticar à Rua dos Pescadores, para nos refastelarmo-nos com um bolo regional (sardinha) e um cafezinho. É que já algum tempo que me vinham a azucrinar o miolo com umas empadas de galinha no restaurante de um amigo do Ni, que eram um espectáculo, mas não parámos.

Detivemo-nos por ali por pouco tempo e saímos com direcção à Trafaria pela ciclovia. Virámos à direita para a EN n.º 377, encetando aquela subidinha jeitosa até ao Pragal, descendo depois para a estação do Pragal, contornando o monumento dedicado à Lisnave, que se encontra bem no meio de uma rotunda que dá acesso à A2. Aqui fomos uns por um lado e o Paulo Semião e o Ricardo Chasqueira por outro. Contactámo-nos telefonicamente e lá voltaram eles para trás. Dirigimo-nos então para a Sobreda, Corroios, passando por Vale de Milhaços junto às piscinas municipais, tomámos o caminho para a Arrentela, descendo para a baía do Seixal. Subimos por trás do Centro Comercial Rio Sul rumo ao Casal do Marco. Será que o Cajó quererá um bolinho? Pensou o Mário. Então fomos de encontro àquela pastelaria que está aberta a qualquer hora, mas de bolos estávamos nós cheios e passando junto à Estação de Coina dissemos adeus ao Paulo Semião e ao Edgar.

Combinámos encontrarmo-nos na casa do Mário por volta das 16H00 com o intuito de acertarmos pormenores e ultimarmos os detalhes para o evento que se aproxima a passos largos, o famoso Tróia Sagres, na sua vigésima edição. Entrámos nos Foros da Catrapona com direcção a Fernão Ferro. Pelo meio despedimo-nos do Pedro (amigo do Ricardo Chasqueira), passando por casa do Mário. Procedemos ainda à entrega do Tó Zé. Ainda houve tempo para receber uma quantas tangerinas das mãos da Dª Maria, mãe da Marlene e do Nelson, que tinham sido acabadinhas de apanhar, que delicia.

Dissemos um até já ao Ni e ficámos na conversa do Parque das Lagoas, eu e o Nelson. Passado pouco tempo, 12H50, mais ou menos, eis que não quando chega o grupo que tinha ido fazer o passeio de btt, as nossas aspirantes, acompanhadas pelo Sr. Joaquim, o Fernando Lapa, o Arsénio e o já famoso Personal Treiner (Mister Rui). Pela descrição do Rui, depreendi que foi algo duro para elas, mas temos de ter cuidado, nós homens, porque quando menos esperarmos, elas lá estão a passamo-nos à roda e a comermos a sua poeira. Acho que o Personal Treiner anda a fazer um excelente trabalho. É uma troca de favores, por um lado ele ajuda-as nos passeios e alimenta-lhes o espírito, com palavrinhas de incentivo, por outro lado elas alimentam-lhe o físico a ele (a comidinha), claro. Até se dá ao luxo de escolher a casa onde vai se refastelar. Mais parece o Sr. Abade.

Foram integrantes neste grupo de estrada, os seguintes elementos que passo a descriminar: Paulo Félix, Tó Zé, Ni, Nelson, Paulo Semião, Edgar, Mário, Ricardo Chasqueira, Pedro e Cajó. Da volta direccionada para a vertente BTT, terá de ser outra pessoa a comentar, em virtude de eu não ser omnipresente, tendo só a dizer que houve três baixas de vulto, que não foram pedalar: Gina, Marlene e Helena, todas elas debilitadas por mau estar físico e febris. De assinalar que não treinámos como tínhamos já encetado na volta que fizemos a Vendas Novas, em fila única, com um a “puxar” mantendo uma velocidade constante e acessível a todos os Papa Trilhos, mas sim mantivemo-nos em “parelhas” muitas vezes e “atenção ao carro”, bastantes vezes. Aguardemos serenamente por Sábado, porque o tempo promete.

Obrigado a todos pela vossa participação, força, camaradagem e perseverança neste passeio e já agora façam o favor de serem felizes.

Over and out

1 comentário:

  1. Boas!

    Vejo que continuam a ir ao Gema D' Ovo, na Caparica, para se refastelarem com os Pasteis de Nata. Tenho que pedir uma comissão por cada novos clientes que lá levo.. :)
    Tenho andado afastado do BTT, mas tenho acompanhado as vossas voltinhas aqui na net. A ver se troco a prancha pela bike de vez em quando e se me junto a vocês um destes dias... e se não nos virmos, desejo um Feliz Natal a todos os Papatrilhos e suas famílias!
    Boas voltas!!

    Hasta,
    Luis

    ResponderEliminar