SANTIAGO DE COMPOSTELA 2017 - ESGOTADO.

Papa Trilhos® - Fernão Ferro/Seixal

Os Papa Trilhos surgiram a partir de um grupo de amigos que têm em comum o gosto pelo BTT e cujo o lema é "Pedalar com a Natureza".

Aos domingos de manhã alguns elementos da equipa e outros amigos juntam-se para ir pedalar. Por isso se também quiseres ir pedalar, aparece no Parque das Lagoas de Fernão Ferro/Seixal (largo das festas populares - GPS 38,557800º -9,091630º), aos domingos, 08.00h (horário de verão). Vê a mensagem de
"Ponto de Encontro" publicada todas as semanas onde são agendadas as voltinhas e passeios dessa semana. Uso obrigatório de capacete.
Contactos: papatrilhosbtt@papatrilhos.com

Nota: os participantes em voltinhas ou eventos Papa Trilhos aceitam a cedência dos direitos de imagem nas fotos tiradas para publicação no site.

Calendário Papa Trilhos

Iniciativas Papa Trilhos

- eventos e passeios - consultar calendário.
- Santiago de Compostela 2017 - 15 a 18 de Junho.
- renovação do seguro da FPCUB 2017 - consulta.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Passeio da Figueirinha 2008-06-29 - 56Km

Tivemos um passeio como um dos com maior nº de participantes. À saída do Parque das Lagoas estavam contabilizados 19.

Foram todos chegando aos poucos. A expectativa estava na estreia de uma bike nova por um Papa Trilho. E assim foi, pouco depois das 08.00h lá chegava o Arsénio San com a sua menina nova - uma GIANT de suspensão total e grupo LX. Mas vinha desolado! Estranho! É que ainda não a tinha estreado e já tinha um furo. A saída foi atrasada para que tudo estivesse OK. Houveram ainda alguns Papa Trilhos que pagaram as cotas ao nosso tesoureiro.

Outra novidade foi a participação das Aspirantes Marlene e Helena. A vontade era muita em fazer o passeio com os restantes Papa Trilhos. As bikes estavam afinadas e elas vestidas também a rigor e cheias de energia. O passeio prometia, pois é sempre agradável a companhia feminina.

A voltinha já estava mais o menos decidida, sendo obrigatória a passagem pelos túneis do "mónaco", junto à praia da Figueirinha, na Arrábida.

Saímos de FF, fizemos o estradão até à Qta do Perú e depois fomos em direcção à Maçã. As Aspirantes fizeram o trilhos com alguma dificuldade, mas já com um espírito Papa Trilho. Chegámos junto da Maçã com um andamento mais pousado.

A partir daqui as dificuldades seriam maiores, já que com a entrada na Arrábida, também viriam maiores subidas e mais técnicas. As Aspirantes optaram então por seguirem um percurso alternativo. O CaJo, solidário, acompanhou-as para as meninas não se perderem. Os restantes seguiram com o planeado.

Fizemos o single track antes das Pedreiras e seguimos até à estrada principal da Arrábida. Fomos em direcção à praia da Figueirinha, passando pelos túneis. A confusão era muita. Como era de esperar e com o calor que estava, muitos foram os que resolveram ir até à praia. Carros estacionados em tudo o que era sitio e filas de perder a paciência. Mas nós, de bike, não tivemos qualquer problema (ehehehe).

Chegámos à Figueirinha onde aproveitámos para fazer um abastecimento e alguns Papa Trilhos não resistiram. Banho com eles! O Paulo Mimosa San, Nitrobiker San, Ni San e Nuno Lopes San tomaram um banho refrescante sob os olhares estranhos de alguns banhistas. É que para quem ainda não se apercebeu, ninguém levava fato de banho, pelo que foi mesmo com os calções do equipamento.

Seguimos até à Comenda onde parámos para abastecer de água. Tomámos depois um trilho que nos levou até à estrada que vai dar a inicio da subida que passa pela casa do Herman José. Neste trilho tivemos mais um furo. Desta vez calhou ao Rui San. Na subida, algo mais estranho aconteceu, e o pneu de um amigo que se junto aos Papa Trilhos, o Tó, estourou. Isso mesmo, o pneu rebentou.

Com o andamento condicionado, seguimos até Azeitão e fomos sempre por alcatrão até à Qta do Peru. Já chegámos a FF perto das 13.30h.

Nunca é demais fazer referência à coragem das Aspirantes que com grande vontade iniciaram o passeio com os restantes Papa Trilhos. Com mais uns treinos e ficam aptas a fazer um passeio completo com os Papa Trilhos. Temos de começar a pensar na promoção das Aspirantes. A reportagem da restante voltinha delas e do CaJo está a ser cozinhada pelo CaJo - vamos aguardar!


Participantes (19): Paulo Alex San, Nuno Lopes San, Marco San, Fernando, Arsénio San, Rui San, Carlos Prazeres San, Nitrobiker San, Carlos San, To Ze San, CaJo San, Luis Ferreira San, Ni San, Mário San, Paulo Mimosa San, Aspirante Helena, Aspirante Marlene, 2 amigos do Carlos Parazeres - o Tó e outro amigo que não sei o nome.

No total foram 56Km com cerca de 870m de acumulado de subidas.


quinta-feira, 26 de junho de 2008

Maratona Inter Grupos de Beja em 2008-09-20


Aqui fica a divulgação de mais uma maratona que chegou ao blog através do Rui San:

Aqui vai a divulgação de mais uma maratona que esteve em risco de não realizar, para mim a melhor de todas em que já participei.ao mesmo nível de Alvalade - Porto Covo.

Na sequência do notícia adiantada no site da "Geração Radical", que passo a transcrever:

Caros amigos Betetistas, o Grupo de BTT Geração Radical informa que este ano não realizará a tradicional "Maratona BTT do Penedo Gordo". A todos aqueles que nos visitaram durante os últimos 5 anos Muito Obrigado! Boas pedaladas.

Um Grupo de Associações composto por todas as Secções de BTT do Concelho de Beja, com o Alto Patrocínio da Câmara Municipal de Beja, decidiu chamar a si a responsabilidade de no próximo dia 20 de Setembro de 2008, realizar uma prova com as mesmas características da maratona atrás referida e que se designará "MARATONA INTER - GRUPOS DE BEJA"

Assim a organização está em marcha e já decidiu que a estrutura da Maratona terá três níveis 50 Km, 75 Km e 100Km.

Dentro de alguns dias teremos mais notícias.

Esperamos por todos os habituais participantes e outros mais que queiram usufruir dos trilhos únicos do Baixo Alentejo

Contacto - informações em www.cm-beja.pt e telefone 284311921
Email:l sectordesporto@cm-beja.pt

Organização- Geração Radical
GDC Mombeja
Caixa Social da CMBeja
Ass.Cicloturísmo Beringel
Secção BTT Ferrobico - Cabeça Gorda
Secção de BTT do Despertar Sporting Clube de Beja
Team Alacrau
- Alto patrocínio da Câmara Municipal de Beja-

Data - 20 setembro 2008

Local do Secretariado - ExpoBeja

Partida - 9h

Quilometragem- Maratona terá três níveis 50 Km, 75 Km e 100Km

Passeio para domingo?

Estamos quase no fim de semana e no domingo lá estaremos para mais uma voltinha.

Sugestões de percurso?

Ponto de encontro no Parque das Lagoas de FF às 08.00h.

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Lisboa Bike Tour - 2008-06-22 - 14Km

Reportagem de CaJo San:

Dia 22 de Junho de 2008, pelas 08h00, saímos da Quinta dos FF com direcção à Gare do Oriente. CaJo San e a Aspirante Helena.

Eu ia disfarçado de Francisco Augusto. Levávamos os calções e os ténis, porque o resto era suportado pela organização:
- T-shirt e Capacete, já previamente levantados no Pavilhão de Portugal na semana anterior, Bicicleta, Mochila (Chave sextavada, bomba para encher pneus, pequeno pacote com toalhetes, 2 garrafas de água de ¼ L, 1 barrita, saco de água).

Chegámos à Gare do Oriente por volta das 08h45. Havia pessoas por todos os lados, à procura de fila que tivesse menos gente, a fim de entrar nos autocarros da Carris postos à disposição para o transporte para a margem sul da ponte Vasco da Gama.

Junto aos autocarros era dado a mochila, depois de apresentada a T-Shirt com o capacete e o dorsal. Sem dorsal não era possível continuar, que foi o que aconteceu à Ana Rolo, amiga e colega de trabalho da Aspirante Helena.

Embarcámos. Entrámos na ponte Vasco da Gama e depois de dar a volta junto às bombas de combustível da margem sul, fomos deixados junto a um dos muitos blocos de bicicletas que já se encontravam encostadas junto às protecções da ponte. Eram perto das 10h00. O passeio de 14 Km iria começar pelas 11h30.

Já se encontrava bastante people em cima da ponte. Se bem que os capacetes fossem todos iguais, Verde e Brancos (Skoda), o mesmo não se podia dizer das biclas. Eram de várias cores. Tinha a ver com o patrocinador. Pretas (EDP), Azul Verde e Branca (CGD), Verde e Branca (BES), Verde mais escuro e Branca (Skoda), Vermelha e Branca (CTT), e outras.

Todas tinham os pedais recolhidos e era necessário puxá-los para baixo para ficar na posição certa. Mas não se podia abusar deles, senão podia acontecer-nos o que sucedeu a um participante que exigiu demais dos pedais da sua bicla e surpresa, partiu, e o rapaz bateu com as bolinhas no selim. Porra, até a mim me doeu, só de vê-lo.

Pequenas afinações, como subir o selim, encher os pneus, verificar os cabos dos travões, eram normais, tal como era normal aparecer uma série de indivíduos a quererem trocar as bicicletas, porque não gostavam da côr que lhes tinham calhado.

O sol mordia-nos a pele, porque não podíamos sair dali, e sombras só mesmo a dos candeeiros de iluminação da ponte. “Helena chega-te para a frente, que o sol está a dar-te no pescoço”.

Depois de hora e meia de seca e de ver passar autocarros, o pessoal VIP que chegou bem mais tarde e foi lá para frente, as pessoas que passavam em sentido contrário e buzinavam, numa atitude de apoio, o helicóptero que não nos deixava, lá começou a dita cuja. Muito lentinho, mais parecia que íamos de skate, porque um pé ia no pedal e o outro a empurrar. Eramos muitos, perto de 8500.

Parei umas 10 vezes, para compor o selim que baixava constantemente. Se a bicla não era para o meu tamanho, imaginem como é que eu pedalava. Para poder ir na roda pedaleira do meio, tinha que segurar o punho esquerdo.

Mesmo em baixa velocidade, vimos as situações mais caricatas. Pessoas que chocaram umas com as outras, as bicicletas estavam mesmo encaixadas uma na outra. Quedas aparatosas. Mas uma coisa é certa, havia sempre apoio, além dos outros participantes, tinham o INEM, de várias formas, moto 4, ambulâncias, era a GNR, era a Prossegur.

Pena foi a ausência de um abastecimento de água pelo menos. O inicio da prova era às 11h30. Estivemos cerca de 01h30 a 02h00 em cima da ponte, à torreira do sol, com ½ L de água.

Fez-se bem. A Aspirante Helena só se queixava que as rodas estavam tão empenadas, que a bicicleta estava a andar mal, porque os travões roçavam nas rodas. Uma subida atrás da outra. Depois era só rolar, também não podíamos ir mais depressa. A prova terminava junto ao pavilhão de Portugal. Chegámos por volta das 13h00.

Foi gira a participação. Se em anos posteriores conseguirmos irmos mais, até se torna engraçado, porque rimos com satisfação e fartura das situações que vimos, inclusive, pessoas que fizeram o passeio sempre a pé levando a bicicleta pela mão, seria para não a estragar?, um zéquinha que ia montado numa bicla e levava outra pela mão. Foi logo apanhado pela Prossegur. “Tava ali encostada e eu pensei…”

É tudo, Sou um ganda chato.

Todas as fotos neste link.

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Nocturna da Arrábida 2008

Este é um clássico que os Papa Trilhos já participam à 3 anos consecutivos - a Nocturna da Arrábida organizada pela Associação Daniel Caldeira.

Trata-se de um passeio de BTT com partida junto a Setúbal e com um percurso que passa por alguns trilhos já conhecidos por nós pela Arrábida e Palmela. Normalmente temos logo de inicio a tradicional subida da Cobra e depois a passagem pelos moinhos.

As inscrições já estão abertas e custam 10€ até dia 07 de Julho, limitadas a 300 participantes.

A inscrição inclui: sorteio de brindes, ceia, t-shirt, seguro e banhos.

É obrigatório o uso de capacete, luzes dianteiras e traseiras.

O passeio realiza-se dia 12 de Julho (sábado) com partida às 20.00h e com 35Km de extensão.

Mais informações no site do evento - link.

A ficha de inscrição está disponível também no site - link PDF ou link DOC.

O pagamento poderá ser efectuado por transferência bancária - consultar site.

Vamos ter inscrições dos Papa Trilhos?

domingo, 22 de junho de 2008

Passeio ao Cabo Espichel - 2008-06-22 - 60Km

Não estava qualquer percurso programado. Por isso, à saída foi discutido o destino - Cabo Espichel.

A saída foi às 08.15h do Parque das Lagoas de FF. Era-mos 8 mas pelo caminho ainda conseguiu juntar-se mais um - Carlos San. Soube depois que o Papa Trilho Arsénio era para dar também uma voltinha connosco, mas enganou-se na hora de encontro - Arsénio, a hora é às 08.00h.

Saímos de FF em direcção à Lagoa de Albufeira pela estrada de alcatrão. Apanhámos muito transito, com alguns condutores mais impacientes - deviam estar com receito de não chegar à praia a tempo... Em Alfarim, em vez de subirmos até à Azoia, fomos pelo Meco e em direcção ao Cabo Espichel junto à falésia, onde tivemos oportunidade de tirar uma bonitas fotos. Pode ser que alguma seja promovida a fundo do blog.

Na estrada nacional que vai para o Cabo Espichel, passámos para o outro lado e fomos por trilhos até ao Farol. Antes de chegar ao farol, o To Ze ainda teve um pequeno desiquilibrio devido aos buracos da passagem de alguns jipes que vão para aquelas bandas poluir a atmosfera, e foi ao chão. Mas está tudo bem!

No farol aproveitámos para fazer um pequeno abastecimento e tirámos a habitual foto de grupo.

Saímos do farol e fomos até ao cabo onde fizemos uma pequena paragem. Alguns Papa Trilhos não resistiram às rolotes que ali estavam e restabeleceram as energias com uma cervejola e bifanas. Ou seja, as calorias gastas até aqui, foram rapidamente recuperadas.
De seguida fomos até ao Castelo de Sesimbra onde fizemos o trilho da estrada romana, seguindo depois o percurso da pista de down hill. Chegámos a Sesimbra e atravessámos a marginal até à Praia da California. Subimos pelo lado da serra onde tive direito a foto em pleno esforço com uma subida de 18%. Na foto já estava um pouco mais à frente.

Após a subida, seguimos pela nacional até FF, sempre em grande "velocidez". Ates da última subida ainda houve tempo para mais um pequeno desequilíbrio do Paulo Alex San quando parou junto ao pessoal.

De notar que durante a voltinha, um colega de BTT juntou-se aos Papa Trilhos e na rotunda junto a Santana, esperou que todo o pessoal passá-se e despediu-se todos! Não sabemos o nome dele, mas pode ser que ainda nos encontremos por aí.

Foi um bom passeio agradável, debaixo de muito calor. Valeu a pequena brisa que por vezes se fazia sentir e que ajudava a refrescar.

Foram 60Km com 961m de acumulado de subida.
Algumas estatísticas do passeio:
- tempo a andar: 3.29.31
- média de andamento: 17.2Km/h
- nº de paragens: 31
- tempo de paragens: 1.43.14
- distância a subir/plano/descer: 15.26Km/30.08Km/14.82Km
- altitude máxima/mínima: 240m/10m

O percurso está disponível aqui.

Ver mapa maior

Participantes (9): Paulo Alex San, To Ze San, Rui San, Ni San, Luis Nitrobiker San, Paulo Mimosa San, Carlos San, Mário San, Marco San.

Fotos disponíveis aqui.

Aniversário - 2008-06-22 - Luis Ferreira San

Hoje foi o dia de aniversário do Papa Trilho Luis Ferreira San. Todos os Papa Trilhos desejam um dia feliz a este Papa Trilho e os Parabéns!

Aqui está ele em grande pose.

terça-feira, 17 de junho de 2008

Voltinha para domingo - 2008-06-22

Domingo à vista...

Para este domingo, além da nossa habitual voltinha, vai haver quem irá participar num evento em representação dos Papa Trilhos - a travessia da Ponte Vasco da Gama.

A nossa voltinha terá ponto de encontro do sitio habitual, à hora do costume!

Aceitam-se sugestões.

Os participantes confirmados da travessia da Ponte Vasco da Gama são: Aspirante Helena, CaJo San e a Mariana.

Vamos também ter um aniversarinante... quem será? Vamos ver se ele também virá andar de bike!

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Cotas Papa Trilhos

Tal como decido no último jantar dos Papa Trilhos, vai-se criar um pequeno fundo monetário gerido pelo nosso tesoureiro CaJo San.

Para este fundo, estipulou-se o pagamento de cotas mensais por todos os Papa Trilhos. A cota será de 2€.

O pagamento deverá ser efectuado ao tesoureiro e será actualizado um mapa de cotas neste link. Este mapa também está disponível da sidebar do nosso blog, nos links dos Papa Trilhos.

Está em estudo a abertura de uma conta bancária dedicada aos Papa Trilhos onde também poderão também ser depositadas as cotas e outras quantias dos Papa Trilhos (exemplo: o dinheiro que irá sobrar da aquisição dos equipamentos).

Este dinheiro será utilizado, por exemplo para os equipamentos de inverno, iniciativas de convívio, etc.

As cotas entram em funcionamento já neste mês de Junho.

Passeio da Ronha - 2008-06-15 - Arrábida - 50Km

Depois de 1 semana de descanso das pedalas, os Papa trilhos voltaram ao activo. Às 08.00h já estavam alguns no Parque das Lagoas. O Ni San veio de carrinha. Tinha um furo na bike e reparou-o enquanto esperávamos pelo resto do pessoal. Também compareceram algumas meninas, mas estas foram foram dar outra voltinha. O CaJo estava indecido, mas à hora da partida juntou-se a nós.

Sem percurso definido, decidiu-se ir até à Arrábida. O ritmo era mais lento que o habitual. Ou os quilómetros de Alcácer ainda estavam a fazer efeito, ou então foi o jantar de 6ª feira que ainda não estava digerido!

Em plena Arrábida perdemos o CaJo San. Hipótese: Cruzámos-nos com umas freiras vestidas a rigor e o CaJo foi tentado pelas preces das freiras. Mas não, parece que somente houve um engano num cruzamento. Reencontrado o CaJo, seguimos viagem.

O regresso foi por Azeitão onde não resistimos a provar umas tortinhas.

E quem disse que uma bicicleta não consegue puxar uma carroça?

O Mário San, que ainda não havia furado, foi contemplado junto à rotunda da Qta do Conde. Mudou a câmara de ar e tornou a furar. Só a 2ª é que foi de vez. O pneu tinha uns picos ainda da voltinha de Alcácer.

No total foram 50Km com 824m de acumulado de subidas.

Algumas estatísticas do passeio:
- tempo a andar: 3.32.55
- média de andamento: 14Km/h
- nº de paragens: 18
- tempo de paragens: 1.26.10
- distância a subir/plano/descer: 13.12Km/23.65Km/12.88Km
- altitude máxima/mínima: 249m/13m

Participantes (8): Paulo Alex San, Mario San, CaJo San, Marco San, Luis Ferreira San, To Ze San, Paulo San, Ni San.

O percurso está disponível aqui.


Ver mapa maior

Voltinha das Aspirantes - 2008-06-15 - 13Km

Este domingo as Aspirantes dos Papa Trilhos decidiram levantarem-se um pouco mais cedo e juntarem-se no Parque das Lagoas de FF. Eram a Marlene, a Helena e a Mariana.

Foram fazer uma pequena voltinha para os lados da Qta do Peru. Foi uma voltinha de lazer, para esticar um pouco as pernas, mas nem por isso não deixaram de acontecer algumas peripecias:

A Helena teve um furo e até levava uma câmara de ar suplente no camelback. Trocou e seguiram viagem! Parabéns!

Tiveram também de ultrapassar alguns obstáculos. As recentes vedações colocadas junto à Qta do Perú estavam a bloquear o caminho. E elas lá pularam a cerca. Entre alguns arranhões e nodoas negras, lá passaram - elas e as bikes. Agora é que elas perceberam porque é que nós temos o preciosismo de ter bikes cada vez mais leves. É que nestas situações faz a diferença!

Segunto os comentários delas, foi uma voltinha agradável e para repetir (tirando a parte dos arranhões).

sábado, 14 de junho de 2008

3º Jantar Papa Trilhos - Reportagem - #5

Sexta-feira, 13. Nada como um jantar de grupo para quebrar todas as superstições sobre este dia.

Foi exactamente a sexta-feira 13 do mês de Junho, o dia escolhido para o 3º jantar dos Papa Trilhos. O restaurante eleito foi o Camponês em Fernão Ferro, e pela 1ª vez, os Papa Trilhos iam também juntar as suas famílias. No total, entre Papa Trilhos, esposas, filhos e filhas, aderiram a esta iniciativa 40. Era uma sala do restaurante só por nossa conta!

A partir das 20.00h começou a chegar o pessoal. A sala já estava preparada. Conforme chegavam, trocavam algumas conversas e iam-se acomodando nos lugares disponíveis. Entre as entradas e algumas bebidas iniciais, fomos esperando por algum pessoal que por força do trabalho já tinham avisado que chegariam um pouco mais tarde.

O Ze San escolheu um lugar estratégico para o jantar. Ao lado do Nitrobiker e também junto ao Mário. Porquê? Para a promoção da sua actividade de venda de bikes. Não sei se chegou a fazer negócio.

O 1º prato começou a ser servido às 21.00h - um belo bacalhau assado com batatas ao murro e feijão frade.

Foi nesta altura que surgiu a 1ª surpresa da noite. O Paulo Alex San (eu!) tomou da palavra, e entre agradecimentos para aqueles que aderiram a este convívio e outras palavras que caem sempre bem nestas alturas, anunciou o cartão de membro dos Papa Trilhos. Agora, além dos equipamentos que estão a caminho, da camaradagem que identifica o grupo, também já temos um cartão de membro. Estamos identificados!

O cartão foi recebido com alegria e alguns comentários de elogio. Temos como fundo do cartão o padrão do nosso equipamento, foto, nº de membro, data de nascimento, data de admissão e o nosso logótipo.

Siga o jantar... 2º prato: bifinhos com cogumelos, acompanhados com batata frita e arroz. Igualmente apetitoso.

As conversas foram-se misturando. Entre passeios já efectuados, a odisseia de Alcácer, os que hão-de vir, peripécias, etc... foi-se falando daquilo que nos junta aos domingos de manhã.

As crianças tomavam conta do resto da sala com correrias, brincadeiras, entre uma garfada disto e um suspiro mais fundo. Haja alegria!

2ª surpresa da noite. O Tó Zé San e o Rui San entram na sala de mãos cheias. dirigiram algumas palavras ao grupo e presenteiam o Paulo Alex San com o poster personalizado de uma foto da maratona de Alvalade - Porto Côvo. Falando na 1ª pessoa - fiquei sem palavras. Simplesmente espectacular! Sabia que o Rui San tinha preparado algo para o grupo, mas longe a ideia de algo desta natureza. Fiquei comovido e agradecido.

Para os restantes Papa Trilhos, foram também distribuídas algumas fotos com molduras de Alvalade - Porto Côvo (para quem participou nesta maratona) e de outros passeios dos Papa Trilhos, para os restantes. Até as nossas Aspirantes (Marlene e Helena) foram igualmente presenteadas.

Foi o ponto alto da noite. O pessoal, agradecido e surpreso, foi recebendo as fotos, com comentários "olha eu!...", "onde é que me tiraram esta foto?...". O Rui San esteve em grande!

Os Papa Trilhos também anunciaram uma ideia pendente do último jantar - uma cota mensal por membro, para iniciativas conjuntas, quer seja de convívios, ou para os próximos equipamentos. Para tal, impunha-se eleger um tesoureiro. O CaJo San "voluntariou-se" e ficou responsável pela caixinha dos Papa Trilhos. A quantia da cota não foi amplamente discutida, mas em conversa com alguns Papa Trilhos, sugeriu-se 2€ por mês. Está adjudicado!

O jantar já estava no final. Seguiram-se as sobremesas e os cafés.

O balanço foi muito positivo. Foi uma forma que os Papa Trilhos arranjaram de conviverem além das pedaladas e mostrarem às suas famílias o espírito que nos une e nos faz levantar cedo todos os domingos de manhã para depois chegarmos todos sujos, suados e às vezes com alguns arranhões.

Até Domingo!

Todas as fotos aqui.

terça-feira, 10 de junho de 2008

3º Jantar Papa Trilhos - Ementa Final - #4

Como já havia anunciado, o restaurante já encontra-se reservado.

Por lapso, nas ementas a escolher coloquei bacalhau no forno com batatas ao murro, quando o correcto é bacalhau assado com batatas ao murro.

Na votação da ementa, a eleita foi a seguinte:
- prato de peixe: bacalhau assado com batatas ao murro (17 votos)
- prato de carne: bifinhos com cogumelos (26 votos)

A votação poderá ser consultada aqui.

As entradas, sobremesas e café estão incluídos. Todo o tipo de digestivos e outras bebidas terão de ser pagas à parte.

Caso alguém não goste de algum prato da ementa, informe-me para analisarmos outras alternativas.

Chamo a vossa atenção para que o restaurante fecha às 23.00h (hora de fecho prevista na licença de exploração do restaurante), pelo que solicito a vossa colaboração para esta situação.

Hora do jantar: 20.00h

Preços:
- adultos: 16€
- crianças até 3 anos não pagam
- crianças até 11 anos: 10€

Localização do restaurante: mapa
Rua António Aleixo, 165, Fernão Ferro

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Objectivo Alcácer - 2008-06-08 - 112Km

Resumindo: Prova superada. Foi tão somente este comentário que restabeleceu o espírito e o corpo depois de 112Km a pedalar.

Mas vamos ao relato do passeio...

Estava tudo programado. Ponto de encontro no Parque das Lagoas às 07.30h, chegada a Setúbal às 08.15h e saída de Setúbal a pedalar as 08.30h. E assim foi. Fomos de FF a Setúbal de carro, onde estacionámos e começámos os preparativos para os longos quilómetros que nos aguardavam.

Depois de tudo arrumadinho e aprumado, lá fomos nós. Mas antes ainda houve uma surpresa. O nosso amigo Carlos Prazeres San fez uns dorçais personalizados para os Papa Trilhos participantes. Agora sim, já parecia um passeio a sério.

Os 1ºs Kms foram de alcatrão pela EN10 até entramos numa herdade a seguir a Pontes. Aqui fomos junto à linha do comboio onde aconteceu a 1ª queda do dia - o Mário que tirou o pé errado do encaixe do pedal, e um furo do Nitrobiker (o 1º furo que teve desde que começou a andar de bike) Aproveitámos para fazer uma pequena pausa e comer umas barritas e fruta.

Saímos da linha do comboio para entrar nuns trilhos que iam dar ao inicio dos canais de água. Só que até aí tivemos de desbravar terreno também pelo meio de algumas silvas. Aqui tivemos o 1º ataque de melgas. E estas eram de tamanho familiar. Acho que ninguém escapou!
video
Fomos sempre junto ao canal de água, com uma paisagem muito bonita e uns bons single tracks, sem muita areia, essencialmente rolantes.

Chegámos a uma zona do percurso em que o canal de água que normalmente estava seco e dava para passar pelo interior para podermos chegar ao outro lado do vale, mas que agora estava cheio. Os Papa Trilhos não se intimidaram e fizeram alguns minutos de equilibrismo. De um lado era o canal de água, do outro lado umas silvas e nós a passarmos pelo muro do canal com cerca de 30cm de largura e 3m de altura. E com a bike às costas e o vento a dar de lado. Tudo correu bem e conseguimos ultrapassar o obstáculo.

video

O percurso continuou com mais algumas paragens (furos, pneus vazios, descanso). E sempre que parávamos as melgas não perdoavam! O calor estava a apertar e o Paulo Mimosa não resistiu com a água ali mesmo ao lado.


Após cerca de 65Km, pelas 14.30h chegámos a Alcácer - 1ª parte do objectivo cumprida. Aqui estavam-nos a aguardar umas bifanas e sandes de carne assada para restabelecer as energias, pois até Troia ainda faltam uns bons quilómetros.


A tradicional foto de grupo a seguir ao almoço em Alcácer.
Saímos de Alcácer em direcção à Comporta já com algum cansaço visível. O Nitrobiker ainda deu uma queda um pouco aparatosa devido a um furo na roda da frente (para quem ainda não tinha tido furos, só desta vez foram logo 2!) Ficou um pouco dorido e mais à frente tivemos de fazer uma paragem técnica para o Nitrobiker recuperar com um belo banho de mangueira com água fresquinha.

O grupo foi-se esticando conforme o andamento de cada um e o cansaço físico já começava a predominar. O nosso amigo Rui esgotou e os últimos quilómetros forma bastante complicados. Aliás, os últimos 10Kms mais pareceram uns 30 para quase todos.

Finalmente chegámos a Tróia, após 112Km - um record absoluto para quase todos os Papa Trilhos!

Aqui, o cansaço deu lugar à alegria com o dever cumprido no 1º passeio dos Papa Trilhos - Objectivo Alcácer.

Foram 112Km com uma altimetria de 852m de subidas.

Algumas estatísticas do passeio:
- tempo a andar: 7.14.34
- média de andamento: 15,5Km/h
- nº de paragens: 53
- tempo de paragens: 2.57.12 (incluindo almoço)
- distância a subir/plano/descer: 15,67Km/82,5Km/14,28Km
- altitude máxima/mínima: 71m/3m

Percurso disponível aqui.

Ver mapa maior

Participantes (13): Paulo Alex San, To Ze San, Mario San, Luis Ferreira San, Paulo Mimosa, Rui San, Carlos Prazeres San, Ricardo San, Zé Augusto, Luis Nitrobiker San, Ni San, Miguel e Pedro (410).

Todas as fotos aqui.